Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Edmundo quebra silêncio e sai em defesa de Caio Júnior



29/06/2007 | 07:02


O atacante Edmundo, que não joga neste sábado contra o Corinthians, por estar contundido, resolveu sair em defesa do técnico do Palmeiras, Caio Júnior.

Os boatos sobre suposto desentendimento entre Edmundo e Caio Júnior começaram há pouco mais de um mês. O técnico foi tachado como “omisso” por conselheiros da oposição por deixar o jogador dar palpites na formação tática da equipe contra o Figueirense, na segunda rodada do Brasileiro.

Na rodada seguinte, Edmundo saiu do jogo contra o São Paulo, no Morumbi, sem cumprimentar o treinador depois de ser trocado por Cristiano. E na semana passada, depois de dar um bico na canela do volante Vinícius durante um treino, Edmundo saiu impune.

Quinta-feira, Edmundo resolveu quebrar o silêncio de mais de um mês sem dar entrevistas e escolheu a TV Globo para se expressar. “Venho aqui prestar solidariedade ao Caio porque é injusto o que estão fazendo com ele.”

Edmundo negou que o treinador dê privilégios aos jogadores com quem trabalhou no Paraná Clube: Edmílson, Gustavo, Cristiano e Pierre.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Edmundo quebra silêncio e sai em defesa de Caio Júnior


29/06/2007 | 07:02


O atacante Edmundo, que não joga neste sábado contra o Corinthians, por estar contundido, resolveu sair em defesa do técnico do Palmeiras, Caio Júnior.

Os boatos sobre suposto desentendimento entre Edmundo e Caio Júnior começaram há pouco mais de um mês. O técnico foi tachado como “omisso” por conselheiros da oposição por deixar o jogador dar palpites na formação tática da equipe contra o Figueirense, na segunda rodada do Brasileiro.

Na rodada seguinte, Edmundo saiu do jogo contra o São Paulo, no Morumbi, sem cumprimentar o treinador depois de ser trocado por Cristiano. E na semana passada, depois de dar um bico na canela do volante Vinícius durante um treino, Edmundo saiu impune.

Quinta-feira, Edmundo resolveu quebrar o silêncio de mais de um mês sem dar entrevistas e escolheu a TV Globo para se expressar. “Venho aqui prestar solidariedade ao Caio porque é injusto o que estão fazendo com ele.”

Edmundo negou que o treinador dê privilégios aos jogadores com quem trabalhou no Paraná Clube: Edmílson, Gustavo, Cristiano e Pierre.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;