Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Chirac incentiva empresas francesas a ampliarem presença no Brasil


Da AFP

25/05/2006 | 17:52


O presidente francês, Jacques Chirac, incentivou nesta quinta-feira os empresários franceses a não desperdiçarem as oportunidades de negócios no Brasil, país que ele elevou à condição de "sócio estratégico" da França. As declarações foram dadas no Palácio da Alvorada, em Brasília, durante entrevista coletiva.

"Chegou o momento de a França entrar numa nova etapa de suas relações econômicas com o Brasil", declarou Chirac diante de um grupo de executivos de grandes grupos franceses instalados no país.

As empresas francesas percebem o Brasil como um mercado "longe e difícil", mas aquelas que decidirem investir "encontrarão grandes oportunidades" e contribuirão para o desenvolvimento deste país, acrescentou o presidente francês, no segundo dia de uma visita de Estado ao Brasil.

As firmas francesas "ainda podem conquistar partes significativas do mercado brasileiro. A (América Latina) é um continente em plena emergência e as empresas francesas não podem perder mais tempo", acrescentou.

Chirac pediu para definir uma plataforma de "associação mutuamente benéfica, baseada nas transferências de tecnologia, que será a garantia do desenvolvimento futuro (do Brasil)".

Afirmou que o Brasil "será provavelmente um dos grandes países que dominarão a economia mundial em 2050" e que em torno dele "constrói-se a unidade de um continente que está sendo convocado para se transformar num dos pólos da estabilidade mundial".

"O Brasil é um sócio estratégico da Europa e, em particular, da França", acrescentou Chirac.

Depois desse encontro, Chirac iniciou as atividades oficiais de sua visita, assistindo a uma revista das tropas junto com seu colega brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva.

Os dois presidentes se encontraram depois a portas fechadas e depois com suas equipes. Em seguida, participaram de uma cerimônia na qual assinaram vários acordos políticos, econômicos e de cooperação.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Chirac incentiva empresas francesas a ampliarem presença no Brasil

Da AFP

25/05/2006 | 17:52


O presidente francês, Jacques Chirac, incentivou nesta quinta-feira os empresários franceses a não desperdiçarem as oportunidades de negócios no Brasil, país que ele elevou à condição de "sócio estratégico" da França. As declarações foram dadas no Palácio da Alvorada, em Brasília, durante entrevista coletiva.

"Chegou o momento de a França entrar numa nova etapa de suas relações econômicas com o Brasil", declarou Chirac diante de um grupo de executivos de grandes grupos franceses instalados no país.

As empresas francesas percebem o Brasil como um mercado "longe e difícil", mas aquelas que decidirem investir "encontrarão grandes oportunidades" e contribuirão para o desenvolvimento deste país, acrescentou o presidente francês, no segundo dia de uma visita de Estado ao Brasil.

As firmas francesas "ainda podem conquistar partes significativas do mercado brasileiro. A (América Latina) é um continente em plena emergência e as empresas francesas não podem perder mais tempo", acrescentou.

Chirac pediu para definir uma plataforma de "associação mutuamente benéfica, baseada nas transferências de tecnologia, que será a garantia do desenvolvimento futuro (do Brasil)".

Afirmou que o Brasil "será provavelmente um dos grandes países que dominarão a economia mundial em 2050" e que em torno dele "constrói-se a unidade de um continente que está sendo convocado para se transformar num dos pólos da estabilidade mundial".

"O Brasil é um sócio estratégico da Europa e, em particular, da França", acrescentou Chirac.

Depois desse encontro, Chirac iniciou as atividades oficiais de sua visita, assistindo a uma revista das tropas junto com seu colega brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva.

Os dois presidentes se encontraram depois a portas fechadas e depois com suas equipes. Em seguida, participaram de uma cerimônia na qual assinaram vários acordos políticos, econômicos e de cooperação.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;