Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Após fortes protestos de sua torcida, Flamengo enfrenta Ceará em busca de paz



29/04/2018 | 06:50


Sob uma série de protestos da torcida, o Flamengo viu a crise ser intensificada e tudo que o clube busca em Fortaleza, onde enfrenta o Ceará neste domingo, às 16 horas, no Castelão, é paz. Dependendo do resultado do confronto, válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, a crise, porém, pode se ampliar ainda mais.

A sexta-feira foi um dia tenso para os jogadores e comissão técnica do Flamengo. Houve dois protestos, um durante o treino da equipe na Gávea, e outro no embarque da delegação para Fortaleza, no aeroporto do Galeão, no Rio.

No CT, teve de tudo: faixas de protesto contra o presidente Eduardo Bandeira de Mello, arremesso de cascas de banana e pipocas na entrada da Gávea e muitos xingamentos. Mas o pior aconteceu no aeroporto do Galeão, onde o ônibus que trazia a delegação rubro-negra foi cercado e alguns atletas foram intimidados e ameaçados pelos torcedores. O meia Diego foi o principal alvo da ira de quem estava presente na entrada do aeroporto e precisou de proteção dos seguranças.

O ambiente no Flamengo não era dos melhores e piorou após o empate sem gols com o Santa Fe, da Colômbia, na última quarta-feira, pela Libertadores. No Brasileirão, a equipe rubro-negra, porém, ainda não perdeu. Empatou com o Vitória na estreia, em Salvador, e venceu o América-MG no jogo seguinte, no Maracanã, no confronto que marcou a despedida do goleiro Julio Cesar dos gramados.

Apesar da boa sequência neste início de competição, o Flamengo vem deixando a desejar no desempenho em campo. Nos dois primeiros jogos, foi pressionado pelos adversários e poderia ter saído com resultados piores. No entanto, o técnico Maurício Barbieri não deve promover grandes mudanças na equipe titular.

Existe a possibilidade de alguns jogadores desgastados, como o veterano Juan e o meia Diego, este que vem de uma pequena lesão muscular na coxa, serem preservados. Willian Arão, muito criticado pelos torcedores, também pode perder o lugar no meio, e Jonas e Geuvânio, que entraram no segundo tempo da partida na Colômbia, pedem passagem no time titular. Nada disso, entretanto, foi confirmado por Barbieri.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;