Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 13 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Volta às aulas faz CET aumentar fiscalizaçao em SP


Do Diário do Grande ABC

30/07/1999 | 20:22


Na segunda-feira (02), os alunos da rede particular e municipal de Sao Paulo retornarao para suas escolas. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai pôr em vigor a Operaçao Volta às Aulas, com o objetivo de fiscalizar os 79 estabelecimentos de ensino que mais complicam o trânsito da capital. A semana marca também a volta do rodízio municipal. Na segunda-feira, nao circulam os veículos com placas de fim 1 e 2, entre 7 e 10 horas e das 17 às 20 horas.

O retorno à capital deve ainda aumentar em 25% o movimento nas rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares no domingo. Na cidade, a CET terá 98 funcionários na fiscalizaçao das escolas. A multa por estacionar em local proibido é de R$ 78 16, além de 4 pontos no prontuário. "Quem fizer isso será guinchado", diz o diretor de Operaçoes da CET, Luiz Carlos Cunha. Parar em fila dupla é infraçao que custa R$ 117,24, mas só é lavrada se desrespeitada a advertência do fiscal. Cunha acha que as infraçoes na frente das escolas estao em ritmo decrescente graças à permissao para estacionar em certas vagas com o pisca-alerta ligado e às faixas para embarque e desembarque.

Mímica - A CET usará o recurso bem-humorado da mímica para educar o motorista e o pedestre. Até a terceira semana de agosto haverá apresentaçoes em frente de 47 escolas, públicas e particulares. Os técnicos estarao com trajes pretos ou pintados. Na segunda e na terça-feiras, eles estarao nas áreas dos colégios Sao Luís, Rainha da Paz, Companhia de Maria, Arquidiocesano e Santa Cruz e na Escola Municipal Celso Leite Ribeiro Filho.

A dobradinha rodízio e volta às aulas traz estresse extra às maes. "Só tenho um carro, meu marido está sem e no dia da minha placa tenho de pedir o de minha irma emprestado para levar minha filha à escola", conta a comerciante Giovannina Copola. Para chegar ao colégio Mágico de Oz, onde estuda Giulli, passa maus momentos na Ponte do Socorro. Mesmo assim, acha que o rodízio é a soluçao. "Ou fica infernal".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Volta às aulas faz CET aumentar fiscalizaçao em SP

Do Diário do Grande ABC

30/07/1999 | 20:22


Na segunda-feira (02), os alunos da rede particular e municipal de Sao Paulo retornarao para suas escolas. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai pôr em vigor a Operaçao Volta às Aulas, com o objetivo de fiscalizar os 79 estabelecimentos de ensino que mais complicam o trânsito da capital. A semana marca também a volta do rodízio municipal. Na segunda-feira, nao circulam os veículos com placas de fim 1 e 2, entre 7 e 10 horas e das 17 às 20 horas.

O retorno à capital deve ainda aumentar em 25% o movimento nas rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares no domingo. Na cidade, a CET terá 98 funcionários na fiscalizaçao das escolas. A multa por estacionar em local proibido é de R$ 78 16, além de 4 pontos no prontuário. "Quem fizer isso será guinchado", diz o diretor de Operaçoes da CET, Luiz Carlos Cunha. Parar em fila dupla é infraçao que custa R$ 117,24, mas só é lavrada se desrespeitada a advertência do fiscal. Cunha acha que as infraçoes na frente das escolas estao em ritmo decrescente graças à permissao para estacionar em certas vagas com o pisca-alerta ligado e às faixas para embarque e desembarque.

Mímica - A CET usará o recurso bem-humorado da mímica para educar o motorista e o pedestre. Até a terceira semana de agosto haverá apresentaçoes em frente de 47 escolas, públicas e particulares. Os técnicos estarao com trajes pretos ou pintados. Na segunda e na terça-feiras, eles estarao nas áreas dos colégios Sao Luís, Rainha da Paz, Companhia de Maria, Arquidiocesano e Santa Cruz e na Escola Municipal Celso Leite Ribeiro Filho.

A dobradinha rodízio e volta às aulas traz estresse extra às maes. "Só tenho um carro, meu marido está sem e no dia da minha placa tenho de pedir o de minha irma emprestado para levar minha filha à escola", conta a comerciante Giovannina Copola. Para chegar ao colégio Mágico de Oz, onde estuda Giulli, passa maus momentos na Ponte do Socorro. Mesmo assim, acha que o rodízio é a soluçao. "Ou fica infernal".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;