Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Gautama vence licitação em S. Bernardo


Miriam Gimenes e Nicolas Tamasauskas
Do Diário do Grande ABC

01/06/2007 | 07:00


A Gautama é uma das vencedoras das licitações do Programa São Bernardo Moderna – conjunto de 25 obras no sistema viário do município – e considerado a menina dos olhos do prefeito William Dib (PSB). Por causa do suposto envolvimento do empresário Zuleido Veras, dono da construtora, no esquema de fraudes em licitações públicas, a Prefeitura está propensa a cancelar essa concorrência.

O lote 3 – no valor R$ 27,3 milhões, o mais elevado do empreendimento, que foi dividido em seis partes – foi vencido pelo consórcio formado pela Gautama e as empreiteiras Heleno & Fonseca e Estacon. O resultado foi publicado no Diário Oficial do Estado de 24 de março.

A definição foi a última a sair. No começo de março, em solenidade no Paço Municipal, o prefeito William Dib assinou os contratos para as obras dos outros cinco lotes. O impasse envolvendo a parte 3 ocorreu por conta de recursos das empresas Delta Construtora e Paulitec, que questionaram a cláusula que exigia ‘ construção por meio de estacões’ para as obras, enquanto que os reclamantes dispunham de ‘construção por meio de estacas-hélice’. Recorreram à Justiça, mas perderam.

Polícia Federal - Informado pelo Diário sobre a participação da Gautama em São Bernardo, o delegado Emmanuel Henrique Balduíno, chefe da Divisão de Contra-Inteligência da PF, em Brasília, assegurou que agentes federais irão analisar o material apreendido na Operação Navalha para verificar se há indícios de fraudes na licitação.

Também o Gaerco (Grupo de Atuação de Repressão ao Crime Organizado) do Ministério Público de Santo André solicitará à Prefeitura cópia de todo o certamente envolvendo a Gautama. “Com essa documentação em mãos poderemos analisar se ocorreu alguma irregularidade.”

Canteiro de obras - O São Bernardo Moderna está orçado em US$ 254 milhões. A maior fatia dos custo compete ao BID – US$ 144 milhões, a serem pagos em duas parcelas. O restante é da Prefeitura.

A liberação dos recursos do banco, entretanto, só será feita com o andamento do empreendimento, que compreende 800 intervenções no sistema viário da cidade até 2013.

O programa consiste na modernização dos meios de locomoção municipal, desafogando o trânsito por meios da construção de rotas de fuga e acesso rápido.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Gautama vence licitação em S. Bernardo

Miriam Gimenes e Nicolas Tamasauskas
Do Diário do Grande ABC

01/06/2007 | 07:00


A Gautama é uma das vencedoras das licitações do Programa São Bernardo Moderna – conjunto de 25 obras no sistema viário do município – e considerado a menina dos olhos do prefeito William Dib (PSB). Por causa do suposto envolvimento do empresário Zuleido Veras, dono da construtora, no esquema de fraudes em licitações públicas, a Prefeitura está propensa a cancelar essa concorrência.

O lote 3 – no valor R$ 27,3 milhões, o mais elevado do empreendimento, que foi dividido em seis partes – foi vencido pelo consórcio formado pela Gautama e as empreiteiras Heleno & Fonseca e Estacon. O resultado foi publicado no Diário Oficial do Estado de 24 de março.

A definição foi a última a sair. No começo de março, em solenidade no Paço Municipal, o prefeito William Dib assinou os contratos para as obras dos outros cinco lotes. O impasse envolvendo a parte 3 ocorreu por conta de recursos das empresas Delta Construtora e Paulitec, que questionaram a cláusula que exigia ‘ construção por meio de estacões’ para as obras, enquanto que os reclamantes dispunham de ‘construção por meio de estacas-hélice’. Recorreram à Justiça, mas perderam.

Polícia Federal - Informado pelo Diário sobre a participação da Gautama em São Bernardo, o delegado Emmanuel Henrique Balduíno, chefe da Divisão de Contra-Inteligência da PF, em Brasília, assegurou que agentes federais irão analisar o material apreendido na Operação Navalha para verificar se há indícios de fraudes na licitação.

Também o Gaerco (Grupo de Atuação de Repressão ao Crime Organizado) do Ministério Público de Santo André solicitará à Prefeitura cópia de todo o certamente envolvendo a Gautama. “Com essa documentação em mãos poderemos analisar se ocorreu alguma irregularidade.”

Canteiro de obras - O São Bernardo Moderna está orçado em US$ 254 milhões. A maior fatia dos custo compete ao BID – US$ 144 milhões, a serem pagos em duas parcelas. O restante é da Prefeitura.

A liberação dos recursos do banco, entretanto, só será feita com o andamento do empreendimento, que compreende 800 intervenções no sistema viário da cidade até 2013.

O programa consiste na modernização dos meios de locomoção municipal, desafogando o trânsito por meios da construção de rotas de fuga e acesso rápido.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;