Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Juiz dá uma força e São Paulo vence o Criciúma por 2 a 0


Do Diário OnLine

20/08/2004 | 00:11


Com uma 'ajudinha' do árbitro Lourival Dias Lima Filho, o São Paulo venceu nesta quinta-feira o Criciúma por 2 a 0, no estádio do Morumbi, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2004. Grafite abriu o placar para o Tricolor ainda no primeiro tempo e Gabriel, aproveitando o rebote de um pênalti inexistente, deu números finais para a partida.

Os três pontos coloca o São Paulo novamente na briga pela ponta da tabela. O time assumiu a 4ª posição, com 44 pontos. O clube está atrás apenas de Palmeiras (1º - 46 pontos), Santos (2º - 44) e Ponte Preta (3ª - 44). O Tigre, que teve o prazer de liderar o certame ao lado do arqui-rival Figueirense nas primeiras rodadas, permanece com 35 pontos e despenca para a 11ª colocação.

Na próxima rodada, a 26ª do Brasileirão, o São Paulo pega o Fluminense, no domingo, às 16h, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (Rio de Janeiro). No mesmo dia e horário, o Criciúma recebe o Cruzeiro no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (Santa Catarina).

Muito frio e pouco futebol - Apesar da vitória por 2 a 0, o São Paulo não apresentou um bom futebol para os poucos torcedores que resolveram encarar o frio e ir até o estádio do Morumbi.

Sem contar com alguns de seus principais jogadores, o técnico Cuca escalou o que tinha de melhor nas mãos. Sem Luís Fabiano, que se recupera de contusão, e Diego Tardelli, punido pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), a dupla ofensiva do São Paulo foi formada por Grafite e Jean.

Na defesa os problemas eram ainda maior. A dupla titular, Fabão e Rodrigo, estava suspensa. O primeiro, assim como Tardelli, recebeu um 'gancho' do STJD. Já o segundo cumpriu automática por ter sido expulso na partida contra o Atlético-PR, no último domingo.

Porém, o setor defensivo paulista tinha mais um contratempo. O jovem Alex, recém contratado junto ao Santo André, se recupera de uma entorse no tornozelo. Com isso, Ed Carlos e Lugano receberam a incumbência formar uma barreira na frente do goleiro Rogério.

Mesmo com todos esses desfalques, o São Paulo foi superior no primeiro tempo, sempre tomando a iniciativa de ir ao ataque. O Criciúma, com uma linha de três volantes na frente da dupla de zagueiros, mostrava que o empate era um bom resultado.

Porém, de tanto insistir, o Tricolor paulista foi agraciado com um gol aos 40 minutos da primeira etapa. Vélber lançou o lateral-direito Cicinho. Ele ajeitou de cabeça para o atacante Grafite, que de primeira mandou o petardo. A bola ainda teve o capricho de tocar na trave antes de balançar as redes.

No segundo tempo, a única alternativa para o Tigre era sair da 'toca' e partir para cima do São Paulo. Por falta de qualidade e sorte, a equipe de Santa Catarina perdeu boas oportunidades de igualar a fatura. A grande maioria passou pelos pés do atacante Marcos Denner (ex-Santo André).

Quando o São Paulo começava retomar o controle da partida, o juiz Lourival Dias Lima Filho deu uma força. Aos 30 minutos, Danilo foi derrubado fora da grande área. O árbitro acabou marcando pênalti. Os jogadores do Criciúma partiram para cima da autoridade, que não voltou atrás na sua decisão.

Grafite, que já tinha deixado a sua marca e fazia uma partida regular, pegou a bola e partiu para a cobrança. Porém, ele bateu de maneira tão displicente que o goleiro Fabiano conseguiu efetuar a defesa parcial. Para salvar a pele do atacante, que recebia algumas vaias, Gabriel invadiu a área com velocidade, venceu o zagueiro na corrida e aproveitou o rebote para dar números finais à partida. Fim de jogo: São Paulo 2 x 0 Criciúma.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Juiz dá uma força e São Paulo vence o Criciúma por 2 a 0

Do Diário OnLine

20/08/2004 | 00:11


Com uma 'ajudinha' do árbitro Lourival Dias Lima Filho, o São Paulo venceu nesta quinta-feira o Criciúma por 2 a 0, no estádio do Morumbi, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2004. Grafite abriu o placar para o Tricolor ainda no primeiro tempo e Gabriel, aproveitando o rebote de um pênalti inexistente, deu números finais para a partida.

Os três pontos coloca o São Paulo novamente na briga pela ponta da tabela. O time assumiu a 4ª posição, com 44 pontos. O clube está atrás apenas de Palmeiras (1º - 46 pontos), Santos (2º - 44) e Ponte Preta (3ª - 44). O Tigre, que teve o prazer de liderar o certame ao lado do arqui-rival Figueirense nas primeiras rodadas, permanece com 35 pontos e despenca para a 11ª colocação.

Na próxima rodada, a 26ª do Brasileirão, o São Paulo pega o Fluminense, no domingo, às 16h, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (Rio de Janeiro). No mesmo dia e horário, o Criciúma recebe o Cruzeiro no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (Santa Catarina).

Muito frio e pouco futebol - Apesar da vitória por 2 a 0, o São Paulo não apresentou um bom futebol para os poucos torcedores que resolveram encarar o frio e ir até o estádio do Morumbi.

Sem contar com alguns de seus principais jogadores, o técnico Cuca escalou o que tinha de melhor nas mãos. Sem Luís Fabiano, que se recupera de contusão, e Diego Tardelli, punido pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), a dupla ofensiva do São Paulo foi formada por Grafite e Jean.

Na defesa os problemas eram ainda maior. A dupla titular, Fabão e Rodrigo, estava suspensa. O primeiro, assim como Tardelli, recebeu um 'gancho' do STJD. Já o segundo cumpriu automática por ter sido expulso na partida contra o Atlético-PR, no último domingo.

Porém, o setor defensivo paulista tinha mais um contratempo. O jovem Alex, recém contratado junto ao Santo André, se recupera de uma entorse no tornozelo. Com isso, Ed Carlos e Lugano receberam a incumbência formar uma barreira na frente do goleiro Rogério.

Mesmo com todos esses desfalques, o São Paulo foi superior no primeiro tempo, sempre tomando a iniciativa de ir ao ataque. O Criciúma, com uma linha de três volantes na frente da dupla de zagueiros, mostrava que o empate era um bom resultado.

Porém, de tanto insistir, o Tricolor paulista foi agraciado com um gol aos 40 minutos da primeira etapa. Vélber lançou o lateral-direito Cicinho. Ele ajeitou de cabeça para o atacante Grafite, que de primeira mandou o petardo. A bola ainda teve o capricho de tocar na trave antes de balançar as redes.

No segundo tempo, a única alternativa para o Tigre era sair da 'toca' e partir para cima do São Paulo. Por falta de qualidade e sorte, a equipe de Santa Catarina perdeu boas oportunidades de igualar a fatura. A grande maioria passou pelos pés do atacante Marcos Denner (ex-Santo André).

Quando o São Paulo começava retomar o controle da partida, o juiz Lourival Dias Lima Filho deu uma força. Aos 30 minutos, Danilo foi derrubado fora da grande área. O árbitro acabou marcando pênalti. Os jogadores do Criciúma partiram para cima da autoridade, que não voltou atrás na sua decisão.

Grafite, que já tinha deixado a sua marca e fazia uma partida regular, pegou a bola e partiu para a cobrança. Porém, ele bateu de maneira tão displicente que o goleiro Fabiano conseguiu efetuar a defesa parcial. Para salvar a pele do atacante, que recebia algumas vaias, Gabriel invadiu a área com velocidade, venceu o zagueiro na corrida e aproveitou o rebote para dar números finais à partida. Fim de jogo: São Paulo 2 x 0 Criciúma.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;