Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Vá de bicicleta

Cerca de um quarto das nossas emissões de carbono vem dos deslocamentos pessoais. Os veículos motorizados


Cristina Baddini

27/11/2009 | 00:00


Cerca de um quarto das nossas emissões de carbono vem dos deslocamentos pessoais. Os veículos motorizados são os principais responsáveis pelos poluentes nos centros urbanos e o uso da bicicleta é exemplo de alternativa a este problema.

O Brasil é o terceiro produtor mundial de bicicletas e o quinto maior mercado consumidor. Você sabia que já temos mais bicicletas que automóveis? A frota estimada de bicicletas é de 60 milhões e a de automóveis, 50 milhões.

Deslocamentos por bicicleta representam quase 6% do total de viagens e é bom salientar que as viagens urbanas de bicicleta já ultrapassam as viagens com o uso do táxi. Qualquer percurso de menos de três quilômetros é ideal para fazer de bike.

Infraestrutura

É ‘eventualmente' perigoso, mas não é ‘necessariamente' perigoso andar de bicicleta no trânsito. É preciso que os responsáveis pela mobilidade nas cidades compreendam quais são as necessidades da bicicleta e o que deve ser feito para garantir a convivência da bicicleta com outros veículos.

Um aspecto importante a ser enfrentado na criação de espaços exclusivos para as bikes nas cidades é a resistência dos comerciantes à implantação de uma ciclovia em frente aos seus estabelecimentos, achando que esse tipo de equipamento vai tirar seus clientes, quando, na realidade, estudos feitos no Exterior mostram que é o oposto: com a ciclovia, o ciclista visita mais a loja.

Benefícios

Melhora a sua saúde; os ganhos com o exercício físico e o fortalecimento muscular diminuem o risco de enfarte;

Diminui o nível de estresse;

Custa pouco e a manutenção é barata. Não se gasta nada com combustível, seguro, emplacamento, IPVA, estacionamento, revisão periódica.

Rapidez. Os constantes congestionamentos fizeram da bicicleta uma excelente alternativa nas cidades;

Praticidade para estacionar. Uma boa tranca e um poste já bastam para estacionar uma bicicleta.

Não polui e não emite ruído;

O risco de acidentes é menor que o das motos.

Pedale com confiança

Fique atento para sempre ser visto, use cores claras;

Cuidado com os pedestres;

Posicione-se corretamente a um metro do meio fio e dos carros;

Espere o inesperado;

Cuidado extra nos cruzamentos. É aí que os acidentes acontecem;

Mantenha a calma e seja educado;

Mantenha os olhos e ouvidos em alerta para perceber o perigo rapidamente;

Com um pouco de treinamento e capacete, qualquer risco que possa advir do uso da bicicleta é contrabalançado pelos benefícios de se manter saudável, ativo e independente;

Se você não está pronto para ser um ciclista em tempo integral, comece a substituir alguns de seus percursos por um passeio sobre duas rodas. Não pedale só na academia;

Com a integração, você pode ir de bicicleta até uma estação de metrô ou de trem, ou ainda de um terminal de ônibus, e nesses locais encontrar condições de deixar a bicicleta de forma segura, usando o transporte público para ir trabalhar e voltar até a estação, pegar a bicicleta e retornar para casa.

É bom comprar sua bike numa loja especializada que dê assistência na escolha do modelo adequado para você. A bicicleta tem de fornecer segurança e conforto. Compre uma bike de acordo com o seu tipo físico e utilização que você vai dar para ela.

Vamos, pegue uma sacola, pedale para ir ás lojas e ajude a salvar o planeta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vá de bicicleta

Cerca de um quarto das nossas emissões de carbono vem dos deslocamentos pessoais. Os veículos motorizados

Cristina Baddini

27/11/2009 | 00:00


Cerca de um quarto das nossas emissões de carbono vem dos deslocamentos pessoais. Os veículos motorizados são os principais responsáveis pelos poluentes nos centros urbanos e o uso da bicicleta é exemplo de alternativa a este problema.

O Brasil é o terceiro produtor mundial de bicicletas e o quinto maior mercado consumidor. Você sabia que já temos mais bicicletas que automóveis? A frota estimada de bicicletas é de 60 milhões e a de automóveis, 50 milhões.

Deslocamentos por bicicleta representam quase 6% do total de viagens e é bom salientar que as viagens urbanas de bicicleta já ultrapassam as viagens com o uso do táxi. Qualquer percurso de menos de três quilômetros é ideal para fazer de bike.

Infraestrutura

É ‘eventualmente' perigoso, mas não é ‘necessariamente' perigoso andar de bicicleta no trânsito. É preciso que os responsáveis pela mobilidade nas cidades compreendam quais são as necessidades da bicicleta e o que deve ser feito para garantir a convivência da bicicleta com outros veículos.

Um aspecto importante a ser enfrentado na criação de espaços exclusivos para as bikes nas cidades é a resistência dos comerciantes à implantação de uma ciclovia em frente aos seus estabelecimentos, achando que esse tipo de equipamento vai tirar seus clientes, quando, na realidade, estudos feitos no Exterior mostram que é o oposto: com a ciclovia, o ciclista visita mais a loja.

Benefícios

Melhora a sua saúde; os ganhos com o exercício físico e o fortalecimento muscular diminuem o risco de enfarte;

Diminui o nível de estresse;

Custa pouco e a manutenção é barata. Não se gasta nada com combustível, seguro, emplacamento, IPVA, estacionamento, revisão periódica.

Rapidez. Os constantes congestionamentos fizeram da bicicleta uma excelente alternativa nas cidades;

Praticidade para estacionar. Uma boa tranca e um poste já bastam para estacionar uma bicicleta.

Não polui e não emite ruído;

O risco de acidentes é menor que o das motos.

Pedale com confiança

Fique atento para sempre ser visto, use cores claras;

Cuidado com os pedestres;

Posicione-se corretamente a um metro do meio fio e dos carros;

Espere o inesperado;

Cuidado extra nos cruzamentos. É aí que os acidentes acontecem;

Mantenha a calma e seja educado;

Mantenha os olhos e ouvidos em alerta para perceber o perigo rapidamente;

Com um pouco de treinamento e capacete, qualquer risco que possa advir do uso da bicicleta é contrabalançado pelos benefícios de se manter saudável, ativo e independente;

Se você não está pronto para ser um ciclista em tempo integral, comece a substituir alguns de seus percursos por um passeio sobre duas rodas. Não pedale só na academia;

Com a integração, você pode ir de bicicleta até uma estação de metrô ou de trem, ou ainda de um terminal de ônibus, e nesses locais encontrar condições de deixar a bicicleta de forma segura, usando o transporte público para ir trabalhar e voltar até a estação, pegar a bicicleta e retornar para casa.

É bom comprar sua bike numa loja especializada que dê assistência na escolha do modelo adequado para você. A bicicleta tem de fornecer segurança e conforto. Compre uma bike de acordo com o seu tipo físico e utilização que você vai dar para ela.

Vamos, pegue uma sacola, pedale para ir ás lojas e ajude a salvar o planeta.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;