Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Polivalente, Esley cobra seriedade do São Caetano diante do Botafogo


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

04/02/2019 | 07:00


Jogador mais experiente do elenco do São Caetano, o polivalente Esley, 39 anos, falou grosso e cobrou seriedade para a sequência do Campeonato Paulista – o Azulão volta a campo amanhã, às 19h, para enfrentar o Botafogo, em Ribeirão Preto, no complemento da quinta rodada.

“Precisa encarar o campeonato com seriedade e determinação. Sabemos que no Paulistão não existe jogo fácil, pois as equipes investem para disputar campeonato muito difícil. O próximo jogo é como se fosse uma final para nós, afinal a competição é curta e precisamos pontuar o mais rápido possível”, comentou ele, que é volante de origem, mas tem atuado como lateral-direito.

Com apenas três pontos conquistados em quatro partidas, o São Caetano é o lanterna do Grupo A e flerta com a zona de rebaixamento – os dois piores times somando todos os grupos vão disputar a Série A-2 em 2020.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polivalente, Esley cobra seriedade do São Caetano diante do Botafogo

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

04/02/2019 | 07:00


Jogador mais experiente do elenco do São Caetano, o polivalente Esley, 39 anos, falou grosso e cobrou seriedade para a sequência do Campeonato Paulista – o Azulão volta a campo amanhã, às 19h, para enfrentar o Botafogo, em Ribeirão Preto, no complemento da quinta rodada.

“Precisa encarar o campeonato com seriedade e determinação. Sabemos que no Paulistão não existe jogo fácil, pois as equipes investem para disputar campeonato muito difícil. O próximo jogo é como se fosse uma final para nós, afinal a competição é curta e precisamos pontuar o mais rápido possível”, comentou ele, que é volante de origem, mas tem atuado como lateral-direito.

Com apenas três pontos conquistados em quatro partidas, o São Caetano é o lanterna do Grupo A e flerta com a zona de rebaixamento – os dois piores times somando todos os grupos vão disputar a Série A-2 em 2020.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;