Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Preço do etanol segue em queda nas usinas



22/02/2010 | 07:00


Os preços médios do etanol seguiram em queda nas usinas de São Paulo na semana passada, com recuo de 2,91% para o hidratado e de 2,43% para o anidro, de acordo com o indicador do Cepea/Esalq (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada).

O hidratado foi negociado, em média, a R$ 1,0907 o litro, ante R$ 1,1234 na semana anterior. Já o preço médio do litro do anidro variou de R$ 1,3123 para R$ 1,2804 , no mesmo período. Os preços não incluem impostos. O recuo ocorre pela pouca demanda, principalmente após queda no consumo do hidratado depois de o combustível se tornar menos competitivo que a gasolina nos veículos flex.

Segundo Ivelise Rasera Bragato, pesquisadora do Cepea/Esalq, a semana foi marcada por poucos negócios, ocorridos principalmente após quarta-feira, depois do Carnaval. "As distribuidoras estavam abastecidas e reclamaram da falta de demanda dos postos, por isso fizeram poucas compras e em volumes menores; do lado das usinas, poucas negociaram", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Preço do etanol segue em queda nas usinas


22/02/2010 | 07:00


Os preços médios do etanol seguiram em queda nas usinas de São Paulo na semana passada, com recuo de 2,91% para o hidratado e de 2,43% para o anidro, de acordo com o indicador do Cepea/Esalq (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada).

O hidratado foi negociado, em média, a R$ 1,0907 o litro, ante R$ 1,1234 na semana anterior. Já o preço médio do litro do anidro variou de R$ 1,3123 para R$ 1,2804 , no mesmo período. Os preços não incluem impostos. O recuo ocorre pela pouca demanda, principalmente após queda no consumo do hidratado depois de o combustível se tornar menos competitivo que a gasolina nos veículos flex.

Segundo Ivelise Rasera Bragato, pesquisadora do Cepea/Esalq, a semana foi marcada por poucos negócios, ocorridos principalmente após quarta-feira, depois do Carnaval. "As distribuidoras estavam abastecidas e reclamaram da falta de demanda dos postos, por isso fizeram poucas compras e em volumes menores; do lado das usinas, poucas negociaram", disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;