Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 4 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Prefeitura de Santo André confirma abono para janeiro


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

21/12/2015 | 07:00


Mesmo com crise financeira, a Prefeitura de Santo André confirmou que vai pagar abono de R$ 700 aos funcionários públicos em janeiro, como parte do acordo do reajuste salarial aos 16 mil servidores. O governo municipal estima gastar R$ 6 milhões com o benefício.

A ratificação do pagamento veio na mesma semana em que a administração conseguiu quitar a segunda parcela do 13º salário ao funcionalismo. O dinheiro foi depositado na conta dos servidores na sexta-feira e causou impacto de R$ 13 milhões.

“Mesmo com problemas de fluxo de caixa, nós (governo) cumpriremos o que ficou acordado com o sindicato (em junho), contemplando aquilo que ficou estabelecido. E, além disso, fizemos o pagamento do 13º salário (ao funcionalismo) dentro do prazo”, salientou o prefeito Carlos Grana (PT).

Desde 2011, o servidor público estava sem abono. Naquele ano, o então prefeito Aidan Ravin (PSB) concedeu R$ 500 a cada servidor, valor superior ao de 2010, quando funcionários receberam R$ 400 de abono.

Carlos Grana, ao assumir a Prefeitura em 2013, alegou que o rombo financeiro deixado por Aidan o impossibilitou de pagar o benefício. A situação se repetiu no ano passado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Prefeitura de Santo André confirma abono para janeiro

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

21/12/2015 | 07:00


Mesmo com crise financeira, a Prefeitura de Santo André confirmou que vai pagar abono de R$ 700 aos funcionários públicos em janeiro, como parte do acordo do reajuste salarial aos 16 mil servidores. O governo municipal estima gastar R$ 6 milhões com o benefício.

A ratificação do pagamento veio na mesma semana em que a administração conseguiu quitar a segunda parcela do 13º salário ao funcionalismo. O dinheiro foi depositado na conta dos servidores na sexta-feira e causou impacto de R$ 13 milhões.

“Mesmo com problemas de fluxo de caixa, nós (governo) cumpriremos o que ficou acordado com o sindicato (em junho), contemplando aquilo que ficou estabelecido. E, além disso, fizemos o pagamento do 13º salário (ao funcionalismo) dentro do prazo”, salientou o prefeito Carlos Grana (PT).

Desde 2011, o servidor público estava sem abono. Naquele ano, o então prefeito Aidan Ravin (PSB) concedeu R$ 500 a cada servidor, valor superior ao de 2010, quando funcionários receberam R$ 400 de abono.

Carlos Grana, ao assumir a Prefeitura em 2013, alegou que o rombo financeiro deixado por Aidan o impossibilitou de pagar o benefício. A situação se repetiu no ano passado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;