Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 27 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Trabalhador pode contratar seguro contra o desemprego


Carolina Rodriguez
Do Diário do Grande ABC

29/11/2003 | 21:29


  As empresas do setor de seguros privados oferecem produtos que podem ser utilizados pelos trabalhadores contratados sob regime da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), como garantia no caso de desemprego. São seguros de acidentes pessoais ou de educação, com cobertura para queda do poder aquisitivo das famílias por motivos diversos, como redução de postos de trabalho no mercado.

Classificados pela Federação Nacional das Empresas de Seguro (Fenaseg) como seguros de renda por eventos aleatórios, são comercializados dentro do segmento Vida.

“Servem para cobrir a perda de renda por incapacidade temporária do trabalhador, como acidentes ou internação hospitalar, mas também podem ser usados em caso de desemprego”, disse Luiz Peregrino, diretor de Vida da Fenaseg.

Segundo ele, os produtos desse segmento foram os que mais cresceram em 2003, puxados pelos planos de previdência privada. Neste ano, o total de prêmios recebidos pelas seguradoras deverá acumular R$ 126,4 milhões, contra R$ 123 milhões do ano anterior. Na comparação de 2002 com o resultado de 2001 – quando foram movimentados apenas R$ 68 milhões em prêmios –, o crescimento do mercado também foi expressivo: 80%.

Apesar do bom desempenho dos seguros de vida nos últimos anos, o diretor da Fenaseg explica que o setor também enfrenta dificuldades com a crise econômica. Segundo Peregrino, a demanda pelo produto cresceu nos últimos anos, mas a correção no valor do prêmio excluiu boa parcela de segurados.

Os seguros, de modo geral, são adquiridos por famílias com renda mensal elevada. O problema é que o preço do produto varia de acordo com o risco. “Se o desemprego é alto nas classes de baixa renda, a expectativa é que o preço fique ainda mais elevado para essas pessoas”, explicou.

A Sul América oferece o Sul América Acidentes Pessoais Premiável, que conta com garantia em caso de morte acidental ou invalidez. O valor da indenização chega a R$ 150 mil, com mensalidade de R$ 20,70. O segurado concorre ao sorteio mensal de R$ 150 mil pela Loteria Federal.

A Bradesco Seguros oferece um produto semelhante, o Bradesco Seguros Acidentes Pessoais, com indenizações de R$ 15 mil a R$ 400 mil.

A Porto Seguro dispõe de duas modalidades: o Porto Seguro Educacional Individual, para garantir a escola dos filhos em caso de morte, invalidez ou perda de emprego do segurado, e o Porto Seguro Vida Mais Simples, que pode ser contratado para o risco de perda de poder aquisitivo, além das garantias em caso de morte acidental ou invalidez, com indenizações de R$ 10 mil a R$ 40 mil. O valor das mensalidades começa a partir de R$ 5,38.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;