Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

STJD da natação atende Flamengo e barra ida de Jhennifer para o Pinheiros



08/04/2016 | 00:10


O Flamengo conseguiu melar a transferência de Jhennifer Alves da Conceição, de 18 anos, principal peitista do País, para o Pinheiros. Faltando apenas oito dias para o início do Troféu Maria Lenk, segunda e última seletiva da natação brasileira para os Jogos Olímpicos do Rio, o clube carioca teve deferido o pedido de mandado de segurança apresentado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da Confederação Brasileira de Desportos Aquático (CBDA).

Pelo que explicou o Flamengo, o presidente do STJD, Guilbert Vieira Peixoto, concedeu liminar para suspender a transferência de Jhennifer para o Pinheiros, de forma que ela volta a ter vínculo com o Fla. O clube carioca tem contrato válido até o fim de 2016 com a nadadora e exige seu cumprimento. O mérito ainda será julgado pelo STJD, em data ainda não anunciada.

Alvo da disputa entre os gigantes do esporte olímpico brasileiro, Jhennifer foi a melhor do País nos 100m peito na temporada passada, com 1min08s75, ainda longe do 1min07s85 exigido para classificar uma atleta a esta prova no Rio-2016. Mas a melhor do País nos 100m peito vai participar do revezamento 4x100m medley e, uma vez na Olimpíada, pode ser inscrita também na prova individual.

No último dia do ano passado, Jhennifer comunicou à comissão técnica do Flamengo que iria se transferir para o Pinheiros, apesar de ter contrato válido até o fim de 2016. Vinda de comunidade carente, ela formou-se nadadora no Fla, que sonhava em tê-la vestindo as cores rubro-negras na Olimpíada. "A atleta simplesmente comunicou que estaria abandonando o clube em pleno ano olímpico, em uma postura que combina ingratidão com antiprofissionalismo", reclamou o Fla em nota oficial emitida na terça-feira.

O Flamengo alega que tentou diversos contatos com a atleta, que treina diariamente no Pinheiros, sem resposta. Agora, o Flamengo promete uma série de ações contra Jhennifer, inclusive na esfera civil. Também o Pinheiros será acessado.

A diretoria do clube rubro-negro vem criticando a Federação Aquática do Rio de Janeiro e a CBDA por terem aceitado a transferência de Jennhifer à revelia do clube com o qual ela tinha contrato. O Pinheiros ainda não se posicionou de forma oficial. Em fevereiro, o clube paulistano afirmou que "pauta suas ações pelo respeito e ética inabalável", o que o Flamengo tem usado para ironizar a atuação dos rivais agora.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;