Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Renato Campos morre aos 72 anos após AVC em Santo André


Da Redação

16/09/2017 | 07:00


 O jornalista Renato Campos, 72 anos, faleceu ontem pela manhã no Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, onde estava internado havia quatro meses após sofrer complicações durante a realização de um procedimento cirúrgico para colocação de stents (prótese para evitar obstrução de artéria coronariana).

Segundo familiares, o jornalista, que nos últimos meses estava em coma, sofreu AVC (Acidente Vascular Cerebral), o terceiro durante os quatro meses de internação, ontem.

Ex-chefe de reportagem do Diário, o jornalista será velado a partir das 6h no Cemitério da Vila Assunção, em Santo André. O sepultamento está previsto para ocorrer às 13h.

“O Renato sempre estava disposto a ajudar os focas que entravam no Diário. Lembro-me que no primeiro mês como estagiária desci a serra com ele numa cobertura de um desaparecimento e foi uma verdadeira aula”, lembra a jornalista Sonia Nabarrete.

Dentre os trabalhos mais famosos de Campos está a cobertura do acidente que matou o presidente Juscelino Kubitscheck, na Dutra, em agosto de 1976. Ele e o fotógrafo João Colovatti, que morreu em 2001, foram os primeiros a chegar ao local da tragédia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Renato Campos morre aos 72 anos após AVC em Santo André

Da Redação

16/09/2017 | 07:00


 O jornalista Renato Campos, 72 anos, faleceu ontem pela manhã no Hospital Estadual Mário Covas, em Santo André, onde estava internado havia quatro meses após sofrer complicações durante a realização de um procedimento cirúrgico para colocação de stents (prótese para evitar obstrução de artéria coronariana).

Segundo familiares, o jornalista, que nos últimos meses estava em coma, sofreu AVC (Acidente Vascular Cerebral), o terceiro durante os quatro meses de internação, ontem.

Ex-chefe de reportagem do Diário, o jornalista será velado a partir das 6h no Cemitério da Vila Assunção, em Santo André. O sepultamento está previsto para ocorrer às 13h.

“O Renato sempre estava disposto a ajudar os focas que entravam no Diário. Lembro-me que no primeiro mês como estagiária desci a serra com ele numa cobertura de um desaparecimento e foi uma verdadeira aula”, lembra a jornalista Sonia Nabarrete.

Dentre os trabalhos mais famosos de Campos está a cobertura do acidente que matou o presidente Juscelino Kubitscheck, na Dutra, em agosto de 1976. Ele e o fotógrafo João Colovatti, que morreu em 2001, foram os primeiros a chegar ao local da tragédia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;