Fechar
Publicidade

Sábado, 22 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Vanessa anuncia elo com Atila em Mauá

Montagem/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Deputada do PMDB e parlamentar do PCdoB estarão juntos contra Donisete Braga em 2016


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

22/06/2015 | 07:00


A deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) anunciou que estará alinhada politicamente com o também parlamentar estadual Atila Jacomussi (PCdoB), em estratégia ainda a ser definida contra o prefeito de Mauá, Donisete Braga (PT), na eleição de 2016.

Em 2012, os três estiveram nas urnas. Donisete e Vanessa foram ao segundo turno, e o petista triunfou contando com apoio de Atila, terceiro colocado. A aliança entre o comunista e o petista durou até abril, quando o chefe do Executivo decidiu exonerar todos os cargos ligados ao antigo parceiro – a maioria lotado na Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) –, já que não havia declaração antecipada da renovação da adesão eleitoral.

Em entrevista ao Diário, Vanessa cita algumas possibilidades que estão à mesa de discussão com Atila: ela sairia candidata a prefeita, lançaria alguém de sua confiança ao cargo majoritário ou assinaria a composição com o comunista já no primeiro turno, com indicação de vice na chapa. “Não descartamos aliança com Atila. Com Donisete está descartado. Se houver duas candidaturas estaremos juntos no segundo turno. É união já é pré-acordada, está definida”, disse Vanessa. “O Donisete não tem governo, tem um balcão de negócios.”

Presidente do PMDB de Mauá e marido de Vanessa, José Carlos Orosco Júnior afirmou que há conversas adiantadas com Atila e que o objetivo maior é tirar o PT da gestão mauaense. “Conversamos bastante sobre isso. Tanto ele quanto a Vanessa têm de deixar vaidades de lado para que possamos vencer o próximo pleito. Temos de vencer. E vamos desenhar a melhor estratégia para isso”, analisou, citando o longo período de governos do PT – nos últimos 20 anos, somente em quatro (entre 2005 e 2008) a cidade não foi gerida por um petista.

Atila e Vanessa foram aliados no passado, integrantes do PV. O pai do comunista, o vereador Admir Jacomussi (PRP), foi secretário de Obras do governo do pai de Vanessa, Leonel Damo (PMDB), entre dezembro de 2005 e 2008. O afastamento ficou evidente quando Atila optou por apoiar Donisete no segundo turno da corrida eleitoral de 2012.

Mas a reaproximação ocorreu no início deste ano, quando os dois assumiram postos de deputado estadual por Mauá – à ocasião, relataram desejo de trabalhar em conjunto por emendas à cidade. Atila e Vanessa integram algumas frentes parlamentares na Assembleia Legislativa.

No levantamento eleitoral do DGABC Pesquisas, publicado em março pelo Diário, a peemedebista lidera a corrida de 2016: teve 23,3% das intenções de votos válidos. Atila foi lembrado por 16% e Donisete por 18,8%. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vanessa anuncia elo com Atila em Mauá

Deputada do PMDB e parlamentar do PCdoB estarão juntos contra Donisete Braga em 2016

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

22/06/2015 | 07:00


A deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) anunciou que estará alinhada politicamente com o também parlamentar estadual Atila Jacomussi (PCdoB), em estratégia ainda a ser definida contra o prefeito de Mauá, Donisete Braga (PT), na eleição de 2016.

Em 2012, os três estiveram nas urnas. Donisete e Vanessa foram ao segundo turno, e o petista triunfou contando com apoio de Atila, terceiro colocado. A aliança entre o comunista e o petista durou até abril, quando o chefe do Executivo decidiu exonerar todos os cargos ligados ao antigo parceiro – a maioria lotado na Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) –, já que não havia declaração antecipada da renovação da adesão eleitoral.

Em entrevista ao Diário, Vanessa cita algumas possibilidades que estão à mesa de discussão com Atila: ela sairia candidata a prefeita, lançaria alguém de sua confiança ao cargo majoritário ou assinaria a composição com o comunista já no primeiro turno, com indicação de vice na chapa. “Não descartamos aliança com Atila. Com Donisete está descartado. Se houver duas candidaturas estaremos juntos no segundo turno. É união já é pré-acordada, está definida”, disse Vanessa. “O Donisete não tem governo, tem um balcão de negócios.”

Presidente do PMDB de Mauá e marido de Vanessa, José Carlos Orosco Júnior afirmou que há conversas adiantadas com Atila e que o objetivo maior é tirar o PT da gestão mauaense. “Conversamos bastante sobre isso. Tanto ele quanto a Vanessa têm de deixar vaidades de lado para que possamos vencer o próximo pleito. Temos de vencer. E vamos desenhar a melhor estratégia para isso”, analisou, citando o longo período de governos do PT – nos últimos 20 anos, somente em quatro (entre 2005 e 2008) a cidade não foi gerida por um petista.

Atila e Vanessa foram aliados no passado, integrantes do PV. O pai do comunista, o vereador Admir Jacomussi (PRP), foi secretário de Obras do governo do pai de Vanessa, Leonel Damo (PMDB), entre dezembro de 2005 e 2008. O afastamento ficou evidente quando Atila optou por apoiar Donisete no segundo turno da corrida eleitoral de 2012.

Mas a reaproximação ocorreu no início deste ano, quando os dois assumiram postos de deputado estadual por Mauá – à ocasião, relataram desejo de trabalhar em conjunto por emendas à cidade. Atila e Vanessa integram algumas frentes parlamentares na Assembleia Legislativa.

No levantamento eleitoral do DGABC Pesquisas, publicado em março pelo Diário, a peemedebista lidera a corrida de 2016: teve 23,3% das intenções de votos válidos. Atila foi lembrado por 16% e Donisete por 18,8%. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;