Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Cinema garante fluxo e vendas maiores no Atrium e no Golden

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Após inauguração do Cinemark em ambos os shoppings, volume de clientes expandiu e ganhos aumentaram


Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

13/04/2014 | 07:00


A abertura dos cinemas nos recém-inaugurados centros de compras Atrium Shopping e Golden Square Shopping, em Santo André e São Bernardo, respectivamente, alavancou, significativamente, o fluxo diário de pessoas e, consequentemente, o faturamento dos lojistas.

Hoje, cerca de 15 mil pessoas circulam por dia no Atrium. Antes da inauguração do Cinemark (em 14 de fevereiro), esse número totalizava 9.000 – acréscimo de 66,6%. “As pessoas vão ao shopping buscar entretenimento. Elas querem passear, ver lojas e se divertir. O cinema agregou isso ao Atrium”, conta Fábio Oliveira, superintendente do centro de compras.

Com mais pessoas nos corredores do empreendimento andreense, o faturamento das lojas também aumentou. De acordo com o conselheiro fiscal da associação de lojistas do Atrium, Sérgio Gabriel Gomes da Silva, desde a segunda quinzena de fevereiro o crescimento foi de 40%, aproximadamente. “Falo isso com base no meu quiosque, o Chiquinho Sorvetes. O cinema deu um upgrade nas vendas. Estou muito satisfeito.”

O mesmo aconteceu com o Golden Square. Desde 18 de dezembro, quando as telonas foram abertas ao público, o volume de pessoas no shopping passou de 10 mil para 15 mil por dia, alta de 50%. Aos fins de semana, o centro de compras chega a receber 20 mil visitantes. Com público maior, os lojistas já registram faturamento 15% superior.

 MAIS INVESTIMENTOS - De olho no novo ritmo do shopping, o superintendente do Atrium conta que, até o fim do ano, estão previstas mais 60 operações. “Hoje estamos com 100 lojas em funcionamento. Quando abrimos, em outubro, tínhamos entre 40 e 50. E estamos com mais 30 operações em negociação, algumas, inclusive, já iniciaram suas obras, caso das redes Preçolândia e Super Grill, além da inauguração da lotérica. É possível que, em breve, ganhemos papelaria, gráfica e academia.” O local comporta, ao todo, 200 lojas.

 O empreendimento localizado na rua andreense Giovanni Battista Pirelli deve ter número de visitantes ainda maior até dezembro, devido ao funcionamento do Poupatempo, no mesmo andar do Cinemark. “A projeção é que devam passar por lá, diariamente, 3.000 pessoas. Estamos finalizando o projeto e, no mês que vem, daremos o start nas obras, que devem durar cerca de cinco meses”, conta Oliveira. Por essa base, o volume de visitantes no shopping deverá passar para 18 mil ao dia.

 Situado na avenida Kennedy, o são-bernardense Golden Square tem hoje 140 operações em funcionamento (entre lojas e quiosques), sendo que a capacidade também é de 200 pontos de venda. Cerca de 75% da área já foi alocada e, em breve, segundo informações do shopping, serão inauguradas marcas no setor de vestuário, como Tent Beach e Brooksfield.

 Salas têm investimento ‘pesado’ nos centros de compra

 Tanto o cinema do Atrium Shopping como o do Golden Square Shopping pertencem à rede Cinemark. No centro de compras de São Bernardo foram investidos R$ 6 milhões em cinco salas que reúnem cerca de 1.000 lugares.

 No Atrium Shopping há sete salas em formato stadium e capacidade para 1.800 espectadores. O complexo conta com projetores digitais em todos os espaços, o que possibilita a projeção de filmes 3D em qualquer uma das unidades. O investimento foi de R$ 200 milhões.

 A região possui mais nove complexos de cinema entre as redes Cinemark (Grand Plaza Shopping, Golden Square Shopping, ParkShopping São Caetano e Extra Anchieta), Playarte (Shopping ABC, Shopping Metrópole e Shopping Praça da Moça), Cinépolis (São Bernardo Plaza Shopping) e Cine Araújo (Mauá Plaza Shopping).

 A Cinemark, que contabiliza cinco deles, afirma que oferece ao público o que há de mais moderno em exibição nas salas XD, presentes no Atrium, Golden Square e ParkShopping. Os preços dos ingressos das redes no Grande ABC variam de R$ 15 a R$ 25, a inteira.

 Opções baratas são encontradas em mercados

 Para quem não tem tempo ou não pode gastar em restaurantes, mas também não quer se aventurar e pilotar o fogão, existe um plano B: comprar pratos prontos para o consumo em supermercados. O Walmart aposta nessa comodidade e prevê crescimento de 10% nas vendas dos quitutes de Páscoa. As rotisserias da rede disponibilizarão para compra lasanha de bacalhau, paella e salada de bacalhau, entre outros. Os produtos podem ser adquiridos por quilo e são encontrados a partir de R$ 19,98. Interessados devem fazer os pedidos com até 48 horas de antecedência.

 O Extra, do Grupo Pão de Açúcar, também desenvolveu cardápio para o feriado religioso. Uma das opções é o kit que serve até quatro pessoas e é composto por 800 gramas de filé de peixe com molho de camarão, acompanhados de um quilo de arroz, 13 unidades de bolinho de bacalhau e 600 gramas de salada de macarrão com atum. O pacote sai por R$ 69,90 ou R$ 17,48 por pessoa.

 Além disso, a rede traz outras alternativas para o prato principal da ceia. A tradicional bacalhoada vem com batatas, pimentões e cebola assados com azeite e decorados com ovos e azeitona, além do salmão com alcaparras e o peixe ao molho de camarão. Entre os lançamentos deste ano, estão o strogonoff de camarão, rolê de pescada e lasanha de bacalhau.

 No Carrefour, dentre os cortes para o almoço do domingo de Páscoa estão lombo, pernil, lagarto recheado e costela. Nas lojas da rede (no Grande ABC, nas unidades de Santo André e São Caetano), também é possível encomendar acompanhamentos, como massas e peixes. A sugestão para as refeições do feriado inclui maionese de legumes, lasanha de bacalhau e salmão assado. As encomendas podem ser realizadas até quinta-feira.

 A Coop (Cooperativa de Consumo), com matriz em Santo André, não faz pratos prontos para a data, mas disponibiliza, assim como os demais mercados, os itens necessários para preparar as delícias da Páscoa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cinema garante fluxo e vendas maiores no Atrium e no Golden

Após inauguração do Cinemark em ambos os shoppings, volume de clientes expandiu e ganhos aumentaram

Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

13/04/2014 | 07:00


A abertura dos cinemas nos recém-inaugurados centros de compras Atrium Shopping e Golden Square Shopping, em Santo André e São Bernardo, respectivamente, alavancou, significativamente, o fluxo diário de pessoas e, consequentemente, o faturamento dos lojistas.

Hoje, cerca de 15 mil pessoas circulam por dia no Atrium. Antes da inauguração do Cinemark (em 14 de fevereiro), esse número totalizava 9.000 – acréscimo de 66,6%. “As pessoas vão ao shopping buscar entretenimento. Elas querem passear, ver lojas e se divertir. O cinema agregou isso ao Atrium”, conta Fábio Oliveira, superintendente do centro de compras.

Com mais pessoas nos corredores do empreendimento andreense, o faturamento das lojas também aumentou. De acordo com o conselheiro fiscal da associação de lojistas do Atrium, Sérgio Gabriel Gomes da Silva, desde a segunda quinzena de fevereiro o crescimento foi de 40%, aproximadamente. “Falo isso com base no meu quiosque, o Chiquinho Sorvetes. O cinema deu um upgrade nas vendas. Estou muito satisfeito.”

O mesmo aconteceu com o Golden Square. Desde 18 de dezembro, quando as telonas foram abertas ao público, o volume de pessoas no shopping passou de 10 mil para 15 mil por dia, alta de 50%. Aos fins de semana, o centro de compras chega a receber 20 mil visitantes. Com público maior, os lojistas já registram faturamento 15% superior.

 MAIS INVESTIMENTOS - De olho no novo ritmo do shopping, o superintendente do Atrium conta que, até o fim do ano, estão previstas mais 60 operações. “Hoje estamos com 100 lojas em funcionamento. Quando abrimos, em outubro, tínhamos entre 40 e 50. E estamos com mais 30 operações em negociação, algumas, inclusive, já iniciaram suas obras, caso das redes Preçolândia e Super Grill, além da inauguração da lotérica. É possível que, em breve, ganhemos papelaria, gráfica e academia.” O local comporta, ao todo, 200 lojas.

 O empreendimento localizado na rua andreense Giovanni Battista Pirelli deve ter número de visitantes ainda maior até dezembro, devido ao funcionamento do Poupatempo, no mesmo andar do Cinemark. “A projeção é que devam passar por lá, diariamente, 3.000 pessoas. Estamos finalizando o projeto e, no mês que vem, daremos o start nas obras, que devem durar cerca de cinco meses”, conta Oliveira. Por essa base, o volume de visitantes no shopping deverá passar para 18 mil ao dia.

 Situado na avenida Kennedy, o são-bernardense Golden Square tem hoje 140 operações em funcionamento (entre lojas e quiosques), sendo que a capacidade também é de 200 pontos de venda. Cerca de 75% da área já foi alocada e, em breve, segundo informações do shopping, serão inauguradas marcas no setor de vestuário, como Tent Beach e Brooksfield.

 Salas têm investimento ‘pesado’ nos centros de compra

 Tanto o cinema do Atrium Shopping como o do Golden Square Shopping pertencem à rede Cinemark. No centro de compras de São Bernardo foram investidos R$ 6 milhões em cinco salas que reúnem cerca de 1.000 lugares.

 No Atrium Shopping há sete salas em formato stadium e capacidade para 1.800 espectadores. O complexo conta com projetores digitais em todos os espaços, o que possibilita a projeção de filmes 3D em qualquer uma das unidades. O investimento foi de R$ 200 milhões.

 A região possui mais nove complexos de cinema entre as redes Cinemark (Grand Plaza Shopping, Golden Square Shopping, ParkShopping São Caetano e Extra Anchieta), Playarte (Shopping ABC, Shopping Metrópole e Shopping Praça da Moça), Cinépolis (São Bernardo Plaza Shopping) e Cine Araújo (Mauá Plaza Shopping).

 A Cinemark, que contabiliza cinco deles, afirma que oferece ao público o que há de mais moderno em exibição nas salas XD, presentes no Atrium, Golden Square e ParkShopping. Os preços dos ingressos das redes no Grande ABC variam de R$ 15 a R$ 25, a inteira.

 Opções baratas são encontradas em mercados

 Para quem não tem tempo ou não pode gastar em restaurantes, mas também não quer se aventurar e pilotar o fogão, existe um plano B: comprar pratos prontos para o consumo em supermercados. O Walmart aposta nessa comodidade e prevê crescimento de 10% nas vendas dos quitutes de Páscoa. As rotisserias da rede disponibilizarão para compra lasanha de bacalhau, paella e salada de bacalhau, entre outros. Os produtos podem ser adquiridos por quilo e são encontrados a partir de R$ 19,98. Interessados devem fazer os pedidos com até 48 horas de antecedência.

 O Extra, do Grupo Pão de Açúcar, também desenvolveu cardápio para o feriado religioso. Uma das opções é o kit que serve até quatro pessoas e é composto por 800 gramas de filé de peixe com molho de camarão, acompanhados de um quilo de arroz, 13 unidades de bolinho de bacalhau e 600 gramas de salada de macarrão com atum. O pacote sai por R$ 69,90 ou R$ 17,48 por pessoa.

 Além disso, a rede traz outras alternativas para o prato principal da ceia. A tradicional bacalhoada vem com batatas, pimentões e cebola assados com azeite e decorados com ovos e azeitona, além do salmão com alcaparras e o peixe ao molho de camarão. Entre os lançamentos deste ano, estão o strogonoff de camarão, rolê de pescada e lasanha de bacalhau.

 No Carrefour, dentre os cortes para o almoço do domingo de Páscoa estão lombo, pernil, lagarto recheado e costela. Nas lojas da rede (no Grande ABC, nas unidades de Santo André e São Caetano), também é possível encomendar acompanhamentos, como massas e peixes. A sugestão para as refeições do feriado inclui maionese de legumes, lasanha de bacalhau e salmão assado. As encomendas podem ser realizadas até quinta-feira.

 A Coop (Cooperativa de Consumo), com matriz em Santo André, não faz pratos prontos para a data, mas disponibiliza, assim como os demais mercados, os itens necessários para preparar as delícias da Páscoa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;