Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Vaga no G-4 embala São Caetano


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

01/06/2010 | 07:00


A alegria está de volta ao São Caetano. Depois de fracassar no Campeonato Paulista e substituir o técnico Roberto Fonseca por Sérgio Guedes, o Azulão reencontrou o rumo das vitórias. Hoje, às 19h30, a equipe encara o Náutico, no Anacleto Campanella para consagrar a boa fase e chegar pela primeira vez ao G-4 do Brasileiro da Série B.

Com oito pontos, o São Caetano precisa vencer e torcer por derrotas de Portuguesa (contra o América-MG, no Canindé) e Guaratinguetá (diante do Ipatinga, em Minas Gerais) para entrar, já nesta rodada, no grupo dos que sobem para a Primeira Divisão. Caso não consiga, ainda tem o duelo diante do Brasiliense, sexta-feira, em Taguatinga, para alcançar o objetivo.

"Não podemos exagerar na dose. Precisamos vencer e queremos chegar ao G-4, mas não precisar ter pressa. O importante é conseguir tranquilidade nessas duas partidas para aproveitar melhor a pausa para a Copa do Mundo", ensina o técnico Sérgio Guedes referindo-se ao tempo de um mês que o time ficará parado.

O treinador não deve fazer nenhuma alteração no grupo que fez 3 a 1 sobre a Ponte Preta, na última rodada. "Temos a chance de dar essa sequência ao grupo que é importante. Bom saber que temos um time qualificado e com boas opções", analisa.

O Náutico, adversário de hoje, é considerado pelo grupo como forte candidato ao acesso, por isso, a vitória é mais do que fundamental. "Não tem uma equipe superior nesta Série B. São times fortes, nivelados. Alguns não estão usando o fator campo. Sabemos que somar pontos em casa deve ser uma obrigação, porque jogar longe e contra equipes fortes não será fácil", aconselha o volante Augusto Recife.

Em quinto (11 pontos), o Náutico também está de olho no G-4 e entra em campo reforçado pelo atacante Geílson que se recuperou de contusão e volta a formar trio ofensivo com Evando e Bruno Meneghel. O zagueiro Walter cumpre suspensão automática.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vaga no G-4 embala São Caetano

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

01/06/2010 | 07:00


A alegria está de volta ao São Caetano. Depois de fracassar no Campeonato Paulista e substituir o técnico Roberto Fonseca por Sérgio Guedes, o Azulão reencontrou o rumo das vitórias. Hoje, às 19h30, a equipe encara o Náutico, no Anacleto Campanella para consagrar a boa fase e chegar pela primeira vez ao G-4 do Brasileiro da Série B.

Com oito pontos, o São Caetano precisa vencer e torcer por derrotas de Portuguesa (contra o América-MG, no Canindé) e Guaratinguetá (diante do Ipatinga, em Minas Gerais) para entrar, já nesta rodada, no grupo dos que sobem para a Primeira Divisão. Caso não consiga, ainda tem o duelo diante do Brasiliense, sexta-feira, em Taguatinga, para alcançar o objetivo.

"Não podemos exagerar na dose. Precisamos vencer e queremos chegar ao G-4, mas não precisar ter pressa. O importante é conseguir tranquilidade nessas duas partidas para aproveitar melhor a pausa para a Copa do Mundo", ensina o técnico Sérgio Guedes referindo-se ao tempo de um mês que o time ficará parado.

O treinador não deve fazer nenhuma alteração no grupo que fez 3 a 1 sobre a Ponte Preta, na última rodada. "Temos a chance de dar essa sequência ao grupo que é importante. Bom saber que temos um time qualificado e com boas opções", analisa.

O Náutico, adversário de hoje, é considerado pelo grupo como forte candidato ao acesso, por isso, a vitória é mais do que fundamental. "Não tem uma equipe superior nesta Série B. São times fortes, nivelados. Alguns não estão usando o fator campo. Sabemos que somar pontos em casa deve ser uma obrigação, porque jogar longe e contra equipes fortes não será fácil", aconselha o volante Augusto Recife.

Em quinto (11 pontos), o Náutico também está de olho no G-4 e entra em campo reforçado pelo atacante Geílson que se recuperou de contusão e volta a formar trio ofensivo com Evando e Bruno Meneghel. O zagueiro Walter cumpre suspensão automática.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;