Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Peugeot Citroën fecha parceria com montadora


Do Diário do Grande ABC

14/07/2010 | 07:12


O Grupo PSA Peugeot Citroën fechou sexta-feira, em Paris, acordo com a China Changan Automobile Group para a criação de uma joint-venture com o objetivo de produzir e vender veículos de passeio e comerciais leves em solo chinês.

O primeiro passo desta aliança, no entanto, será a introdução do recém-lançado Citroën DS no mercado do país oriental e a criação de uma marca.

O investimento inicial será de aproximadamente 930 milhões de euros. A joint-venture terá capital de 440 mil euros, divididos igualmente entre as partes.

A fábrica a ser utilizada pela parceria está localizada em Shenzhen, na província de Guangdong. A capacidade inicial de produção prevista é de 200 mil veículos e motores por ano. Serão duas linhas de produção. Uma já existente, mas que passará por profunda reestruturação, e outra que será totalmente construída. Também está previsto para esta planta um centro de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos impulsionados com energias alternativas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Peugeot Citroën fecha parceria com montadora

Do Diário do Grande ABC

14/07/2010 | 07:12


O Grupo PSA Peugeot Citroën fechou sexta-feira, em Paris, acordo com a China Changan Automobile Group para a criação de uma joint-venture com o objetivo de produzir e vender veículos de passeio e comerciais leves em solo chinês.

O primeiro passo desta aliança, no entanto, será a introdução do recém-lançado Citroën DS no mercado do país oriental e a criação de uma marca.

O investimento inicial será de aproximadamente 930 milhões de euros. A joint-venture terá capital de 440 mil euros, divididos igualmente entre as partes.

A fábrica a ser utilizada pela parceria está localizada em Shenzhen, na província de Guangdong. A capacidade inicial de produção prevista é de 200 mil veículos e motores por ano. Serão duas linhas de produção. Uma já existente, mas que passará por profunda reestruturação, e outra que será totalmente construída. Também está previsto para esta planta um centro de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos impulsionados com energias alternativas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;