Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ferreira entrega o futuro do Guarani nas 'mãos de Deus'


Das Agências

28/08/2001 | 00:06


"O Guarani está entregue nas mãos de Deus". É a palavra do técnico Luiz Carlos Ferreira. Ele garante que faz de tudo para livrar o time da crise técnica que o deixa como lanterna do Campeonato Brasileiro. O empate de 2 a 2 contra o Internacional-RS, no Brinco de Ouro, serviu para que o técnico somasse seu primeiro ponto à frente do time após três jogos. Nem o bom futebol ajudou acalmar a fúria da torcida, insatisfeita com a seqüência de resultados negativos.

"Não é possível uma coisa dessas. Tínhamos tudo para vencer o Inter", afirma o técnico, ao lembrar que já tinha passado situação semelhante no jogo anterior, diante do Juventude.

"Tenho certeza de que na hora em que as vitórias aparecerem nós vamos reverter este quadro'', garante Ferreira, que não escondeu a decepção por não ter vencido o Inter.

Apesar de elogiar a atuação dos seus jogadores, Ferreira ratificou a necessidade de reforços. A diretoria garante que já tem tudo acertado com o centroavante Valdir, em litígio com o Atlético Mineiro. As negociações com Andrei, zagueiro do União São João, não evoluíram e , por precaução, o técnico acertou com Lica, de 28 anos, que já trabalhou com ele em dois clubes no primeiro semestre: Internacional de Limeira e Santo André. Andrei queria receber R$ 45 mil por mês, bem acima dos R$ 7 mil aceitos por Lica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ferreira entrega o futuro do Guarani nas 'mãos de Deus'

Das Agências

28/08/2001 | 00:06


"O Guarani está entregue nas mãos de Deus". É a palavra do técnico Luiz Carlos Ferreira. Ele garante que faz de tudo para livrar o time da crise técnica que o deixa como lanterna do Campeonato Brasileiro. O empate de 2 a 2 contra o Internacional-RS, no Brinco de Ouro, serviu para que o técnico somasse seu primeiro ponto à frente do time após três jogos. Nem o bom futebol ajudou acalmar a fúria da torcida, insatisfeita com a seqüência de resultados negativos.

"Não é possível uma coisa dessas. Tínhamos tudo para vencer o Inter", afirma o técnico, ao lembrar que já tinha passado situação semelhante no jogo anterior, diante do Juventude.

"Tenho certeza de que na hora em que as vitórias aparecerem nós vamos reverter este quadro'', garante Ferreira, que não escondeu a decepção por não ter vencido o Inter.

Apesar de elogiar a atuação dos seus jogadores, Ferreira ratificou a necessidade de reforços. A diretoria garante que já tem tudo acertado com o centroavante Valdir, em litígio com o Atlético Mineiro. As negociações com Andrei, zagueiro do União São João, não evoluíram e , por precaução, o técnico acertou com Lica, de 28 anos, que já trabalhou com ele em dois clubes no primeiro semestre: Internacional de Limeira e Santo André. Andrei queria receber R$ 45 mil por mês, bem acima dos R$ 7 mil aceitos por Lica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;