Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Oficializado como nome do PSL, Zé Teixeira acena a Kiko

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

15/09/2020 | 00:01


Prefeito de Rio Grande da Serra entre 1993 e 1996, José Teixeira foi confirmado ontem, em convenção, como candidato ao Paço pelo PSL e, em sua primeira entrevista como prefeiturável, acenou pelo apoio do irmão mais novo, o também ex-prefeito Adler Kiko Teixeira (PSDB), atual chefe do Executivo de Ribeirão Pires e candidato à reeleição.

Kiko, que governou Rio Grande por dois mandatos (2005-2008; 2009-2012), tem sinalizado adesão ao projeto do ex-vereador Claudinho da Geladeira (Podemos) – os dois foram adversários políticos, mas recentemente se aproximaram. “Sou irmão mais velho (do Kiko), evidentemente que eu aceito a ajuda do meu irmão mais novo. Sei que precisa defender seus interesses políticos. Espero que ajude. Estamos conversando. Temos conversado para ele analisar isso de outra maneira. Vamos ver. A nossa conversa não é de enfiar a faca no pescoço. É coisa natural”, afirmou Zé Teixeira.

O possível apoio de Kiko a Claudinho se dá depois de o tucano romper com atual prefeito Gabriel Maranhão (Cidadania), que foi seu escolhido à sucessão, em 2012. Maranhão indicou sua vice, Marilza de Oliveira (PSD), na disputa de novembro. “Eu não quis o apoio do prefeito Maranhão. Ele é meu amigo, gosto dele. Acredito que como prefeito ele foi um bom engenheiro. Fez muitas obras. Mas a saúde continua sendo um problema”, disse Zé Teixeira, que terá Cida Rodrigues (PSL) como vice.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Oficializado como nome do PSL, Zé Teixeira acena a Kiko

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

15/09/2020 | 00:01


Prefeito de Rio Grande da Serra entre 1993 e 1996, José Teixeira foi confirmado ontem, em convenção, como candidato ao Paço pelo PSL e, em sua primeira entrevista como prefeiturável, acenou pelo apoio do irmão mais novo, o também ex-prefeito Adler Kiko Teixeira (PSDB), atual chefe do Executivo de Ribeirão Pires e candidato à reeleição.

Kiko, que governou Rio Grande por dois mandatos (2005-2008; 2009-2012), tem sinalizado adesão ao projeto do ex-vereador Claudinho da Geladeira (Podemos) – os dois foram adversários políticos, mas recentemente se aproximaram. “Sou irmão mais velho (do Kiko), evidentemente que eu aceito a ajuda do meu irmão mais novo. Sei que precisa defender seus interesses políticos. Espero que ajude. Estamos conversando. Temos conversado para ele analisar isso de outra maneira. Vamos ver. A nossa conversa não é de enfiar a faca no pescoço. É coisa natural”, afirmou Zé Teixeira.

O possível apoio de Kiko a Claudinho se dá depois de o tucano romper com atual prefeito Gabriel Maranhão (Cidadania), que foi seu escolhido à sucessão, em 2012. Maranhão indicou sua vice, Marilza de Oliveira (PSD), na disputa de novembro. “Eu não quis o apoio do prefeito Maranhão. Ele é meu amigo, gosto dele. Acredito que como prefeito ele foi um bom engenheiro. Fez muitas obras. Mas a saúde continua sendo um problema”, disse Zé Teixeira, que terá Cida Rodrigues (PSL) como vice.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;