Fechar
Publicidade

Domingo, 31 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Comerciantes da região não vendem o esperado


Vivian Costa
Do Diário do Grande ABC

24/12/2008 | 07:08


Lojistas do Mauá Plaza Shopping estão desapontado com as vendas às vésperas do Natal. A expectativa é de que os consumidores de última hora salvem as previsões de crescimento de 21% nas vendas, se comparado ao ano passado.

A empresária Maria Heloisa Matrone, da loja O Boticário, afirma que neste ano as vendas estão abaixo dos números de 2007. "No dia 23 do ano passado as vendedoras estavam enlouquecidas. Neste ano o shopping está lotado, mas as pessoas estão mais cautelosas e atrasadas", afirma.

Na loja de perfumes, a expectativa é atingir a meta - aumentar as vendas em 18% - até o às 18h de hoje. O ticket médio gasto na loja é de R$ 60.

A gerente da loja Copatex, Cristina Pereira da Silva, espera vender mais até o fechamento de hoje. "Nossos estoques estão baixos, por isso fui obrigada a fazer novas encomendas", comenta.

Ela afirma que as pessoas estão fazendo as compras aos poucos. "No começo do mês vendemos bastante presente para amigo secreto. Agora tem pessoas que estão voltando para comprar os presentes de Natal. Por isto apostamos num crescimento maior até o fechamento das lojas", comenta. Segundo ela, a unidade abrirá as portas no dia 26 já com promoções.

Para Cristina Domingos, subgerente da loja Atualmania,as vendas estão ótimas. Abrimos a loja há duas semanas e estamos vendendo o esperado. "Trabalhamos com 25 marcas diferentes e por isso estamos atingindo um público diferente", disse.

Cautela - Para Márcio Alexandre Martins da Silva, gerente da loja Centauro, a expectativa é de aumentar as vendas em 5% ante o Natal de 2007. "O movimento foi bem maior na segunda-feira e espero atingir a meta até às 18h de hoje".

De acordo com ele, o volume de vendas aumentou, mas a quantidade de dinheiro que entrou no caixa está empatada com o ano passado. "Este ano estamos trabalhando com itens de valores baixos e são eles que estão saindo mais", afirma o gerente da loja Centauro. O ticket médio gasto na loja está em torno de R$ 120 e R$ 130.

Chocolate - Nem todos os segmentos estão reclamando. A empresária Ivete Ventura, dona da loja Cacau Show, conta que as vendas foram melhores que o esperado. "Esperávamos aumentar as vendas entre 15% e 20%, ante o Natal do ano passado. Mas já registramos um incremento de 35%. Tanto que não estamos conseguindo atender a demanda", afirma.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Comerciantes da região não vendem o esperado

Vivian Costa
Do Diário do Grande ABC

24/12/2008 | 07:08


Lojistas do Mauá Plaza Shopping estão desapontado com as vendas às vésperas do Natal. A expectativa é de que os consumidores de última hora salvem as previsões de crescimento de 21% nas vendas, se comparado ao ano passado.

A empresária Maria Heloisa Matrone, da loja O Boticário, afirma que neste ano as vendas estão abaixo dos números de 2007. "No dia 23 do ano passado as vendedoras estavam enlouquecidas. Neste ano o shopping está lotado, mas as pessoas estão mais cautelosas e atrasadas", afirma.

Na loja de perfumes, a expectativa é atingir a meta - aumentar as vendas em 18% - até o às 18h de hoje. O ticket médio gasto na loja é de R$ 60.

A gerente da loja Copatex, Cristina Pereira da Silva, espera vender mais até o fechamento de hoje. "Nossos estoques estão baixos, por isso fui obrigada a fazer novas encomendas", comenta.

Ela afirma que as pessoas estão fazendo as compras aos poucos. "No começo do mês vendemos bastante presente para amigo secreto. Agora tem pessoas que estão voltando para comprar os presentes de Natal. Por isto apostamos num crescimento maior até o fechamento das lojas", comenta. Segundo ela, a unidade abrirá as portas no dia 26 já com promoções.

Para Cristina Domingos, subgerente da loja Atualmania,as vendas estão ótimas. Abrimos a loja há duas semanas e estamos vendendo o esperado. "Trabalhamos com 25 marcas diferentes e por isso estamos atingindo um público diferente", disse.

Cautela - Para Márcio Alexandre Martins da Silva, gerente da loja Centauro, a expectativa é de aumentar as vendas em 5% ante o Natal de 2007. "O movimento foi bem maior na segunda-feira e espero atingir a meta até às 18h de hoje".

De acordo com ele, o volume de vendas aumentou, mas a quantidade de dinheiro que entrou no caixa está empatada com o ano passado. "Este ano estamos trabalhando com itens de valores baixos e são eles que estão saindo mais", afirma o gerente da loja Centauro. O ticket médio gasto na loja está em torno de R$ 120 e R$ 130.

Chocolate - Nem todos os segmentos estão reclamando. A empresária Ivete Ventura, dona da loja Cacau Show, conta que as vendas foram melhores que o esperado. "Esperávamos aumentar as vendas entre 15% e 20%, ante o Natal do ano passado. Mas já registramos um incremento de 35%. Tanto que não estamos conseguindo atender a demanda", afirma.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;