Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Paschoal lança CD com homenagem a Paganini


Gislaine Gutierre
Da Redaçao

29/08/1999 | 18:02


Niccolo Paganini, considerado um dos mais brilhantes violinistas da história, é homenageado no CD que o também violinista Paulo César Paschoal, de Santo André, ex-spalla da sinfônica da cidade, lança na próxima sexta (dia 3 de setembro), no Tênis Clube andreense. O álbum, gravado em duo com o paulista Edmauro de Oliveira ao violao, traz quatro sonatas do compositor italiano, além das peças Cantábile e Concertata. O CD chama-se N.Paganini e é o primeiro de uma série de quatro discos que Paschoal pretende gravar com a formaçao violino/violao.

Segundo ele, a idéia de gravar Paganini surgiu há um ano, quando se apresentou junto com Oliveira pela primeira vez, tocando Cantábile, no Auditório Cláudio Santoro, em Campos do Jordao. "O que nos incentivou a realizar o projeto foi o apoio dos professores e a receptividade do público naquele dia, que ficou encantado com a música", diz Paschoal.

O violinista italiano, aliás, sempre foi uma referência na trajetória do andreense. "Além de grande músico, Paganini foi excelente compositor", afirma.

O homenageado também foi um dos poucos que escreveu para a formaçao violino/violao - talvez porque, depois do violino, o violao fosse um dos instrumentos que dominava melhor.

A seleçao do repertório obedeceu o gosto pessoal. "Escolhemos simplesmente aquelas que consideramos as mais belas", diz Paschoal. As sonatas de nº 1 a nº 4, eleitas para este trabalho, junto com as outras duas peças, formam também um repertório conhecido de Paganini.

No recital de lançamento no Tênis Clube, o público poderá conferir Cantábile e as sonatas número 3 e 4. As peças estao na primeira parte do programa, cuja abertura é feita com Sonata nº 1, de Jean Batiste Loeillet de Gant, e o encerramento, com Historia del Tango, de Astor Piazolla. Depois do intervalo, eles executam Chorando Baixinho, de Abel Ferreira, e Czardas, de Monte.

Para conferir a interpretaçao do duo nas outras sonatas e em Concertata, só ouvindo o CD, que será vendido apenas nos dias de recital, porque se trata de um trabalho independente. "Será assim até acertarmos com uma gravadora. Mas a receptividade tem sido muito boa. No lançamento que fizemos no Theatro Sao Pedro, vendemos 48 cópias. O recorde de vendas na casa era do (pianista) Nelson Freire, com 28", comemora Paschoal.

Na apresentaçao do dia 3, Oliveira deverá fazer um comentário sobre a vida e a obra de Paganini. "Ele sempre fala sobre os compositores e eu, quando toco para um público jovem, aproveito para falar sobre o problema das drogas. É uma forma de dar minha colaboraçao para combater esse mal", diz.

Tango - A inclusao de Piazolla no recital também tem suas justificativas. É que na próxima semana Paschoal e Oliveira entram em estúdio para gravar o próximo CD, que terá 12 faixas, entre tangos de Piazolla e de outros compositores, além da música Czarda. "Já estamos preparando o terreno", brinca o violinista. A previsao é de que o disco fique pronto ainda este ano.

Depois deste, Paschoal pretende gravar em duo outro CD, só com chorinhos. O último álbum da série deve reunir músicas românticas, tanto do repertório erudito quanto do popular. "Penso em colocar algumas peças de Schumann e Schubert, além de músicas pop, como Yesterday, dos Beatles", adianta.

Para promover o álbum N.Paganini, Paschoal e Oliveira devem fazer uma série de recitais, em cidades do interior paulista. Para a regiao, nao há novas datas programadas além da de sexta. Paulo César Paschoal e Edmauro de Oliveira - Recital de lançamento do CD N.Paganini. Sexta (3/9), às 20h30. No Tênis Clube de Santo André - r. Bernardino de Campos, 254. Tel.: 4990-0155. Entrada franca.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paschoal lança CD com homenagem a Paganini

Gislaine Gutierre
Da Redaçao

29/08/1999 | 18:02


Niccolo Paganini, considerado um dos mais brilhantes violinistas da história, é homenageado no CD que o também violinista Paulo César Paschoal, de Santo André, ex-spalla da sinfônica da cidade, lança na próxima sexta (dia 3 de setembro), no Tênis Clube andreense. O álbum, gravado em duo com o paulista Edmauro de Oliveira ao violao, traz quatro sonatas do compositor italiano, além das peças Cantábile e Concertata. O CD chama-se N.Paganini e é o primeiro de uma série de quatro discos que Paschoal pretende gravar com a formaçao violino/violao.

Segundo ele, a idéia de gravar Paganini surgiu há um ano, quando se apresentou junto com Oliveira pela primeira vez, tocando Cantábile, no Auditório Cláudio Santoro, em Campos do Jordao. "O que nos incentivou a realizar o projeto foi o apoio dos professores e a receptividade do público naquele dia, que ficou encantado com a música", diz Paschoal.

O violinista italiano, aliás, sempre foi uma referência na trajetória do andreense. "Além de grande músico, Paganini foi excelente compositor", afirma.

O homenageado também foi um dos poucos que escreveu para a formaçao violino/violao - talvez porque, depois do violino, o violao fosse um dos instrumentos que dominava melhor.

A seleçao do repertório obedeceu o gosto pessoal. "Escolhemos simplesmente aquelas que consideramos as mais belas", diz Paschoal. As sonatas de nº 1 a nº 4, eleitas para este trabalho, junto com as outras duas peças, formam também um repertório conhecido de Paganini.

No recital de lançamento no Tênis Clube, o público poderá conferir Cantábile e as sonatas número 3 e 4. As peças estao na primeira parte do programa, cuja abertura é feita com Sonata nº 1, de Jean Batiste Loeillet de Gant, e o encerramento, com Historia del Tango, de Astor Piazolla. Depois do intervalo, eles executam Chorando Baixinho, de Abel Ferreira, e Czardas, de Monte.

Para conferir a interpretaçao do duo nas outras sonatas e em Concertata, só ouvindo o CD, que será vendido apenas nos dias de recital, porque se trata de um trabalho independente. "Será assim até acertarmos com uma gravadora. Mas a receptividade tem sido muito boa. No lançamento que fizemos no Theatro Sao Pedro, vendemos 48 cópias. O recorde de vendas na casa era do (pianista) Nelson Freire, com 28", comemora Paschoal.

Na apresentaçao do dia 3, Oliveira deverá fazer um comentário sobre a vida e a obra de Paganini. "Ele sempre fala sobre os compositores e eu, quando toco para um público jovem, aproveito para falar sobre o problema das drogas. É uma forma de dar minha colaboraçao para combater esse mal", diz.

Tango - A inclusao de Piazolla no recital também tem suas justificativas. É que na próxima semana Paschoal e Oliveira entram em estúdio para gravar o próximo CD, que terá 12 faixas, entre tangos de Piazolla e de outros compositores, além da música Czarda. "Já estamos preparando o terreno", brinca o violinista. A previsao é de que o disco fique pronto ainda este ano.

Depois deste, Paschoal pretende gravar em duo outro CD, só com chorinhos. O último álbum da série deve reunir músicas românticas, tanto do repertório erudito quanto do popular. "Penso em colocar algumas peças de Schumann e Schubert, além de músicas pop, como Yesterday, dos Beatles", adianta.

Para promover o álbum N.Paganini, Paschoal e Oliveira devem fazer uma série de recitais, em cidades do interior paulista. Para a regiao, nao há novas datas programadas além da de sexta. Paulo César Paschoal e Edmauro de Oliveira - Recital de lançamento do CD N.Paganini. Sexta (3/9), às 20h30. No Tênis Clube de Santo André - r. Bernardino de Campos, 254. Tel.: 4990-0155. Entrada franca.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;