Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tigre discute as falhas e já liga o 'sinal de alerta'


Nelson Cilo
Do Diário do Grande ABC

22/01/2010 | 07:00


A derrota do São Bernardo contra o União Barbarense - a segunda na atual campanha de quem também empatou uma - serviu para ligar o sinal de alerta do técnico Luciano Dias e dos jogadores. Além do comandante, que pede mais envolvimento na sequência da Série A-2, os principais líderes do grupo cobram a reação imediata. O próximo desafio é o União São João (amanhã, às 19h, em Araras).

"No início, falávamos em disputar o título. Do jeito que as coisas estão, vamos brigar para não cair", advertiu Rafael Silva, que batalhou como nunca na tentativa de reverter a situação.

O zagueiro - colega de moradia do corintiano Paulo André na Capital - procurou manter a cobertura no sistema defensivo e, sempre que possível, disparava para conferir os lances de área no campo do Barbarense. "Não podemos falhar mais. Agora, é tudo pela nossa reabilitação na temporada", avisou.

O goleiro Marcelo Bonan é mais um que não parou de gritar o tempo todo para que o Tigre assumisse o controle do confronto de quarta-feira no Estádio 1º de Maio. "Assim não dá. Tocávamos bem a bola, mas não conseguíamos concluir", analisou.

Já Luciano Dias reconheceu as deficiências do Tigre, mas prevê a equipe muito mais ligada nas próximas rodadas. "É preciso que a gente se cobre mais", sugeriu.

Enquanto isso, o presidente Luiz Fernando Teixeira, que confirmou a multa aplicada no ala-direito Adans (expulso), voltou a reclamar das arbitragens, mas também exige outra postura do São Bernardo. Ele mandou ofício à FPF (Federação Paulista de Futebol) para reclamar das péssimas condições enfrentadas pelo Tigre no estádio do Rio Preto.

Pão de Açúcar bate Rio Preto e fica mais próximo dos líderes

O surpreendente Pão de Açúcar ganhou do Rio Preto (2 a 1, ontem à noite, em São José) pela Série A-2 do Paulista. O resultado colocou os vencedores em quarto (sete pontos, a exemplo do Linense e do Guaratinguetá, o segundo pelo critério desempate), atrás do líder União São João (nove).

No fechamento da terceira rodada o Guaratinguetá derrotou o São Bento, fora de casa, por 2 a 1.

A partir da quarta posição, a tabela tem Noroeste, União Barbarense, Catanduvense, Guarani, Rio Preto, Votoraty, Taquaritinga e Osvaldo Cruz. Depois, Marília, Flamengo, São Bento e América. Compõem o grupo das piores campanhas: São José, São Bernardo, Atlético Sorocaba e Grêmio Osasco. (Das Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tigre discute as falhas e já liga o 'sinal de alerta'

Nelson Cilo
Do Diário do Grande ABC

22/01/2010 | 07:00


A derrota do São Bernardo contra o União Barbarense - a segunda na atual campanha de quem também empatou uma - serviu para ligar o sinal de alerta do técnico Luciano Dias e dos jogadores. Além do comandante, que pede mais envolvimento na sequência da Série A-2, os principais líderes do grupo cobram a reação imediata. O próximo desafio é o União São João (amanhã, às 19h, em Araras).

"No início, falávamos em disputar o título. Do jeito que as coisas estão, vamos brigar para não cair", advertiu Rafael Silva, que batalhou como nunca na tentativa de reverter a situação.

O zagueiro - colega de moradia do corintiano Paulo André na Capital - procurou manter a cobertura no sistema defensivo e, sempre que possível, disparava para conferir os lances de área no campo do Barbarense. "Não podemos falhar mais. Agora, é tudo pela nossa reabilitação na temporada", avisou.

O goleiro Marcelo Bonan é mais um que não parou de gritar o tempo todo para que o Tigre assumisse o controle do confronto de quarta-feira no Estádio 1º de Maio. "Assim não dá. Tocávamos bem a bola, mas não conseguíamos concluir", analisou.

Já Luciano Dias reconheceu as deficiências do Tigre, mas prevê a equipe muito mais ligada nas próximas rodadas. "É preciso que a gente se cobre mais", sugeriu.

Enquanto isso, o presidente Luiz Fernando Teixeira, que confirmou a multa aplicada no ala-direito Adans (expulso), voltou a reclamar das arbitragens, mas também exige outra postura do São Bernardo. Ele mandou ofício à FPF (Federação Paulista de Futebol) para reclamar das péssimas condições enfrentadas pelo Tigre no estádio do Rio Preto.

Pão de Açúcar bate Rio Preto e fica mais próximo dos líderes

O surpreendente Pão de Açúcar ganhou do Rio Preto (2 a 1, ontem à noite, em São José) pela Série A-2 do Paulista. O resultado colocou os vencedores em quarto (sete pontos, a exemplo do Linense e do Guaratinguetá, o segundo pelo critério desempate), atrás do líder União São João (nove).

No fechamento da terceira rodada o Guaratinguetá derrotou o São Bento, fora de casa, por 2 a 1.

A partir da quarta posição, a tabela tem Noroeste, União Barbarense, Catanduvense, Guarani, Rio Preto, Votoraty, Taquaritinga e Osvaldo Cruz. Depois, Marília, Flamengo, São Bento e América. Compõem o grupo das piores campanhas: São José, São Bernardo, Atlético Sorocaba e Grêmio Osasco. (Das Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;