Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Há um sentimento para que Aécio deixe a presidência do PSDB, diz Cunha Lima

EBC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


18/10/2017 | 14:31


O vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), disse nesta quarta-feira que há um "sentimento" no PSDB para que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) deixe a presidência do partido. A declaração de Cunha Lima reforça o recado do presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), que afirmou que o mineiro não tem mais condições de permanecer à frente do partido.

"É um ato unilateral. Mas existe um sentimento no partido de que ele deve formalizar a saída. isso é inegável. Acho que a manifestação pública que eu fiz e que o senador Tasso fez vai ter algum efeito na reflexão de Aécio Neves, mas isso não retira o caráter unilateral da decisão", afirmou o senador.

Cunha Lima rechaçou a tese de que a parceria entre PSDB e PMDB para barrar as medidas cautelares contra Aécio vá se converter em votos favoráveis ao presidente Michel Temer na Câmara dos Deputados, que analisa a segunda denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra o peemedebista.

"A imprensa faz uma leitura, e os fatos vão desmentir, de que houve um acordo entre PSDB e PMDB. Semana que vem vai ter painel na Câmara e vocês vão observar que não haverá mudança substancial na posição do PSDB", disse em relação à denúncia contra Temer. "Não há nenhuma correlação entre o que houve ontem aqui no Senado e o que acontecerá na Câmara".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Há um sentimento para que Aécio deixe a presidência do PSDB, diz Cunha Lima


18/10/2017 | 14:31


O vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), disse nesta quarta-feira que há um "sentimento" no PSDB para que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) deixe a presidência do partido. A declaração de Cunha Lima reforça o recado do presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), que afirmou que o mineiro não tem mais condições de permanecer à frente do partido.

"É um ato unilateral. Mas existe um sentimento no partido de que ele deve formalizar a saída. isso é inegável. Acho que a manifestação pública que eu fiz e que o senador Tasso fez vai ter algum efeito na reflexão de Aécio Neves, mas isso não retira o caráter unilateral da decisão", afirmou o senador.

Cunha Lima rechaçou a tese de que a parceria entre PSDB e PMDB para barrar as medidas cautelares contra Aécio vá se converter em votos favoráveis ao presidente Michel Temer na Câmara dos Deputados, que analisa a segunda denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra o peemedebista.

"A imprensa faz uma leitura, e os fatos vão desmentir, de que houve um acordo entre PSDB e PMDB. Semana que vem vai ter painel na Câmara e vocês vão observar que não haverá mudança substancial na posição do PSDB", disse em relação à denúncia contra Temer. "Não há nenhuma correlação entre o que houve ontem aqui no Senado e o que acontecerá na Câmara".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;