Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Peixe joga mal e perde para Sport no Recife pela Copa do Brasil

 Ivan Storti/Santos FC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Santos aproveitou única chance na partida,
mas saiu derrotado por 2 a 1 na terceira fase


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

21/05/2015 | 07:00


Dos males, o menor. Apesar da derrota por 2 a 1 para o Sport no duelo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, o Santos volta a São Paulo com prejuízo administrável. Ontem à noite, os gols de Régis e Renê – Lucas Lima descontou –, no Recife, vão fazer o Peixe jogar pelo placar mínimo no duelo de volta, na Vila Belmiro, ainda sem data marcada – provavelmente será às 22h de quarta-feira, já que as próximas datas para essa fase são só em julho – e ainda depende de definição da CBF.

O duelo começou bastante quente, mesmo sem o Sport ter seu principal jogador – Diego Souza foi vetado pelo departamento médico por conta de uma virose. Logo aos 13 segundos, Lucas Lima esticou e Ricardo Oliveira aproveitou escorregão de Durval para entrar sozinho na área e finalizar para boa defesa de Danilo Fernandes.

Porém, o Sport foi mais eficiente. Aos três minutos, após bola espirrada na área, Régis dividiu com David Braz e, com Vladimir já caído, só empurrou para o fundo da rede santista.

Mesmo após abrir o marcador, o Leão continuou em cima, procurando mais espaços na retaguarda paulista. Em determinado momento, o duelo caiu muito de nível técnico, com erros de passes medonhos.

Isso mudou os 18 minutos, quando Geuvânio roubou a bola e finalizou forte – Danilo Fernandes desviou a pelota, que explodiu na trave. O lance reacendeu o ímpeto santista, que se utilizou de sua marca registrada – o contra-ataque – para empatar o duelo.

Aos 20, após cobrança rápida de falta no campo de defesa, o Peixe desceu em velocidade com cinco jogadores. Robinho recebeu na esquerda e colocou passe magistral para Lucas Lima – nem para lá nem para cá –, que driblou o goleiro do Sport e deixou tudo igual na Ilha do Retiro.

Depois, o duelo voltou a cair em marasmo, com muitos erros e faltas, tornando a partida feia para o torcedor.

Na volta do intervalo, o duelo continuou morno. Na melhor chance da segunda etapa, aos oito, Joelinton recebeu na área, dividiu com Vladimir e a bola espirrou para Régis, travado por Chiquinho no momento exato da finalização.

O camisa 10 era o único mais lúcido no Leão e ele apareceria novamente aos 28 ao passar como quis por David Braz e rolar para Renê chegar batendo e desempatar para o Sport, dando números finais ao confronto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;