Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Ribeirão dos Couros e córrego do Oratório são desassoreados


Rodrigo Cipriano
Do Diário do Grande ABC

24/08/2005 | 08:44


A quatro meses do início da temporada de chuvas, está sendo realizada uma faxina no ribeirão dos Couros, em São Bernardo, e no córrego do Oratório, na divisa de Santo André com São Paulo. Quatro quilômetros das calhas estão sendo limpas e a expectativa é de que sejam retirados pelo menos 35 m³ de entulho de dentro dos braços d‘água. Para se ter idéia, o volume é suficiente para encher seis caminhões.

  É a primeira vez em pelo menos uma década que os trechos dos córregos estão sendo desassoreados. O serviço começou a ser feito há cerca de dois meses e, até agora, além de areia e pedregulho, também foram encontrados móveis e carcaças de carros. Os trabalhos devem se estender até novembro no córrego do Oratório. No ribeirão dos Couros, a previsão é de que o serviço termine dentro de 30 dias.

  "Com isso, vamos liberar o escoamento dos córregos, que voltarão a ter seus funcionamentos normais, sem obstruções", diz Ubirajara Tannuri Félix, diretor de engenharia do Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica) – órgão do governo do Estado responsável por investidas antienchente. Estão sendo limpos cerca de quatro quilômetros de braço d‘água. A maior extensão, 3,6 Km, fica no Oratório, no entorno da favela da Juta.

  No ribeirão dos Couros serão outros 300 m, entre os piscinões da Paulicéia, em frente ao Extra, e a avenida Taboão, onde está sendo aberto o piscinão da Ford. Os trabalhos estão orçados em R$ 1,6 milhão e incluem ainda a contenção de alguns trechos do córrego do Oratório, que, ao contrário do ribeirão dos Couros, não é canalizado.

  

Piscinões– O governo do Estado pretende inaugurar no próximo mês o piscinão de São Caetano, que se estende pela avenida Guido Aliberti. Com capacidade para 235 mil m³ do ribeirão dos Meninos, o reservatório começou a ser construído em setembro de 2003. A previsão inicial era de que a obra fosse entregue em junho do ano passado.

  Já o piscinão do Taboão, que chega com a promessa de acabar com as cheias do Km 13 da via Anchieta, em São Bernardo, começou em fim a sair do papel. Quase todo o terreno que abrigará o reservatório foi desmatado e a topografia da área começou a ser demarcada.

  Para preservar o local, que abrigou a antiga chácara do ex-prefeito de São Bernardo Lauro Gomes, o Daee fechou um acordo com o Ministério Público e o Compach (Conselho Municipal de Patrimônio Histórico e Cultural) da cidade, no qual se compromete em realizar intervenções no projeto que reduzam o impacto da obra, que pelo cronograma inicial deve ser inaugurada no próximo mês.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;