Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Arma é achada em mochila de aluno em escola de São Bernardo


Leandro Calixto
Do Diário do Grande ABC

24/08/2005 | 08:52


Ao abrir a mochila de um colega de classe da Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Neusa Basseto, na Vila Mussolini, em São Bernardo, para procurar um lápis, uma aluna levou um susto: acabou encontrando um revólver calibre 38, cano longo. Todos os estudantes foram retirados da sala e o dono da mochila, um adolescente de 15 anos, teve de prestar esclarecimentos no 2º DP da cidade.

  O revólver foi achado segunda-feira, às 11h40, sem nenhuma munição, durante uma aula de matemática. O estudante que a portava é deficiente auditivo, assim como seus colegas de classe. O adolescente não quis informar para a direção da escola ou para a professora a origem da arma. Por isso, a Guarda Municipal foi acionada.

  Guardas municipais levaram o estudante, a professora e a diretora para a delegacia. À polícia, o adolescente explicou que o revólver era de um rapaz que havia conhecido na semana passada na favela da Vila São Pedro, dentro da casa de um amigo dele.

  Na ocasião, esse amigo teria pedido ao adolescente que guardasse a arma para ele. O estudante não revelou o nome desse rapaz. O adolescente informou também que nunca havia utilizado uma arma, mas que esse amigo, por sua vez, já havia dado diversos tiros.

  Em depoimento à polícia, o adolescente relatou que guardou a arma dentro da mochila porque não podia deixá-la em casa, por causa da mãe. O revólver foi registrado em Santo André, em nome de José Basílio de Almeida Sexto, que já morreu. "Ainda não sabemos como essa arma foi parar na Vila São Pedro e nem qual é a identidade de quem entregou o revólver para o estudante. Instauramos inquérito para apurar o caso", disse o delegado-titular do 2º DP, Adalberto Henrique Barbosa.

  O caso foi registrado como ato infracional e corrupção de menores. O adolescente foi encaminhado à Vara da Infância e Juventude e liberado, mas terá de passar por acompanhamento do Conselho Tutelar. A mãe do estudante disse à polícia que não sabia que seu filho portava o revólver na mochila e que ele nunca tinha feito nada do gênero.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;