Fechar
Publicidade

Domingo, 18 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Ex-funcionários da Pan voltam a fazer manifestação na porta da fábrica

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

20/08/2020 | 16:43


Dez dias após a primeira manifestação, cerca de 30 ex-funcionários voltaram à porta da Pan, instalada no Bairro Santa Paula, em São Caetano, para cobrar da fábrica de chocolates posição quanto ao pagamento das verbas rescisórias. A ação aconteceu entre 10h e meio-dia e contou com cartazes. “Alguns colaboradores não vieram porque não têm nem dinheiro para passagem”, disse um dos trabalhadores que estava presente.

A loja, que foi fechada no início da pandemia causada pelo novo coronavírus em março, e estava prevista para reabrir hoje, se manteve fechada com informativo que segue em reforma. De acordo com Roberval Pedrosa, advogado do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Laticínios e Alimentação da região, a ação não foi informada à entidade. Até o momento, contatada, a Pan não se pronunciou.Segundo ele, a empresa pediu cerca de duas a três semanas para apresentar um plano com mecanismos legais para efetuar o pagamento das dívidas. “A penhora de parte do faturamento da empresa para o pagamento foi permitido.”

A estimativa da entidade é de que cerca de R$ 500 mil sejam devidos a pelo menos 40 ex-funcionários que pararam de receber o acordo desde novembro do ano passado.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ex-funcionários da Pan voltam a fazer manifestação na porta da fábrica

Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

20/08/2020 | 16:43


Dez dias após a primeira manifestação, cerca de 30 ex-funcionários voltaram à porta da Pan, instalada no Bairro Santa Paula, em São Caetano, para cobrar da fábrica de chocolates posição quanto ao pagamento das verbas rescisórias. A ação aconteceu entre 10h e meio-dia e contou com cartazes. “Alguns colaboradores não vieram porque não têm nem dinheiro para passagem”, disse um dos trabalhadores que estava presente.

A loja, que foi fechada no início da pandemia causada pelo novo coronavírus em março, e estava prevista para reabrir hoje, se manteve fechada com informativo que segue em reforma. De acordo com Roberval Pedrosa, advogado do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Laticínios e Alimentação da região, a ação não foi informada à entidade. Até o momento, contatada, a Pan não se pronunciou.Segundo ele, a empresa pediu cerca de duas a três semanas para apresentar um plano com mecanismos legais para efetuar o pagamento das dívidas. “A penhora de parte do faturamento da empresa para o pagamento foi permitido.”

A estimativa da entidade é de que cerca de R$ 500 mil sejam devidos a pelo menos 40 ex-funcionários que pararam de receber o acordo desde novembro do ano passado.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;