Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Peixe jogará no estádio Bruno Daniel; torcida ainda chia

Organizadas não se satisfazem, criticam Londrina e querem todos os jogos pela Série A em casa


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

19/05/2009 | 07:00


A diretoria garantiu ontem que o Santo André enfrentará o Santos, no dia 4, no Bruno Daniel, e pôs, temporariamente, fim à ideia de atuar no Paraná. Segundo o vice-presidente da Gestão Empresarial, Romualdo Magro Júnior, dos seis jogos solicitados à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para serem realizados no Estado vizinho (diante de São Paulo, Palmeiras, Santos, Corinthians, Grêmio e Inter-RS), apenas dois devem ser liberados para a cidade de Londrina, no Estádio do Café.

"Ainda não chegou resposta oficial da CBF sobre quais (jogos) serão fora de Santo André, mas acredito que os contra São Paulo e Corinthians. Só falta a confirmação", destacou o dirigente, empolgado com a campanha do Ramalhão na Série A - ocupa a terceira colocação ao lado do Náutico, com quatro pontos.

Os torcedores, no entanto, não acham a medida suficiente. "Eu, como torcedor e líder de torcida, não aceito que tirem nossos jogos daqui. É trairagem", exclamou o presidente da Tuda (Torcida Uniformizada Dragão Andreense), Ovídio Simpionato. "Queremos que todos sejam aqui. É a nossa casa e faz a diferença", completou o presidente da Fúria Andreense, Renato Ramos.

Segundo Romualdo Júnior, a diretoria pediu a mudança de local em razão das más condições do Brunão. "Em cima disso fizemos uma consulta na CBF e demos seis opções de jogos para alterar, mesmo sabendo que seria impossível mudar essa quantidade. Nossa preocupação principal era com os quatro grandes (de São Paulo)", explicou.

"Agora, a expectativa é por uma posição da CBF o quanto antes, até porque são necessárias algumas adequações no estádio - vestiários, cabines e arquibancada. Temos de fazer a divulgação e providenciar ônibus para os torcedores", concluiu o dirigente.

Antônio Flávio convoca torcedores a lotar estádio

O Santo André nem bem digeriu a vitória sobre o Coritiba, mas já pensa no Flamengo, adversário de domingo, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Os jogadores voltam hoje aos treinos e visualizam um grande confronto no Bruno Daniel. Para superar os cariocas, desde agora o atacante Antônio Flávio convoca os torcedores do Ramalhão a lotarem o estádio.

"Necessitamos do incentivo da nossa torcida. Provamos que merecemos o apoio e espero que compareça", destacou o jogador.

Jovem de 22 anos, revelado nas categorias de base e vice-artilheiro da equipe na temporada com sete gols (atrás apenas de Pablo Escobar, com oito), Antônio Flávio ainda comemorava ontem o gol marcado contra o Coxa, sábado, no Paraná, o segundo da goleada por 4 a 2. Aproveitando chute de fora da área do próprio Escobar, o atacante desviou de cabeça e matou Edson Bastos.

"Não foi sem querer. Foi consciente. Até fiz o movimento, me abaixei, cabeceei e tive a felicidade de marcar", explicou.

Mesmo depois de balançar as redes, o jogador foi a opção de Sérgio Guedes para deixar o time - substituído por Dionísio - após a expulsão de Júnior Caiçara. Mostrando personalidade, Antônio Flávio comentou que não ficou bravo por ter saído. "O importante é ajudar. Sabia que tinha de sair um jogador, a gente estava com resultado tranquilo (3 a 1, no momento) e aceitei numa boa, sem ficar bravo", disse.

Ingressos para jogo contra o Flamengo estão à venda

O Santo André dá prosseguimento à campanha no Brasileirão no domingo, às 18h30, contra o Flamengo, no Brunão, e os ingressos para a partida estão à venda tanto nas bilheterias do estádio quanto nos tradicionais postos de venda - Bar do Mazinho, nas lojas Gol de Placa, A Esportiva e Sportcenter, além da sede do clube, no Jaçatuba, das 11h às 18h.

Os preços de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) estão mantidos. O torcedor pode adquirir a entrada também pela internet, por meio do site www.ingressofacil.com.br.

A torcida andreense ficará nas cadeiras cobertas, enquanto a flamenguista ocupará a arquibancada oposta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Peixe jogará no estádio Bruno Daniel; torcida ainda chia

Organizadas não se satisfazem, criticam Londrina e querem todos os jogos pela Série A em casa

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

19/05/2009 | 07:00


A diretoria garantiu ontem que o Santo André enfrentará o Santos, no dia 4, no Bruno Daniel, e pôs, temporariamente, fim à ideia de atuar no Paraná. Segundo o vice-presidente da Gestão Empresarial, Romualdo Magro Júnior, dos seis jogos solicitados à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para serem realizados no Estado vizinho (diante de São Paulo, Palmeiras, Santos, Corinthians, Grêmio e Inter-RS), apenas dois devem ser liberados para a cidade de Londrina, no Estádio do Café.

"Ainda não chegou resposta oficial da CBF sobre quais (jogos) serão fora de Santo André, mas acredito que os contra São Paulo e Corinthians. Só falta a confirmação", destacou o dirigente, empolgado com a campanha do Ramalhão na Série A - ocupa a terceira colocação ao lado do Náutico, com quatro pontos.

Os torcedores, no entanto, não acham a medida suficiente. "Eu, como torcedor e líder de torcida, não aceito que tirem nossos jogos daqui. É trairagem", exclamou o presidente da Tuda (Torcida Uniformizada Dragão Andreense), Ovídio Simpionato. "Queremos que todos sejam aqui. É a nossa casa e faz a diferença", completou o presidente da Fúria Andreense, Renato Ramos.

Segundo Romualdo Júnior, a diretoria pediu a mudança de local em razão das más condições do Brunão. "Em cima disso fizemos uma consulta na CBF e demos seis opções de jogos para alterar, mesmo sabendo que seria impossível mudar essa quantidade. Nossa preocupação principal era com os quatro grandes (de São Paulo)", explicou.

"Agora, a expectativa é por uma posição da CBF o quanto antes, até porque são necessárias algumas adequações no estádio - vestiários, cabines e arquibancada. Temos de fazer a divulgação e providenciar ônibus para os torcedores", concluiu o dirigente.

Antônio Flávio convoca torcedores a lotar estádio

O Santo André nem bem digeriu a vitória sobre o Coritiba, mas já pensa no Flamengo, adversário de domingo, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Os jogadores voltam hoje aos treinos e visualizam um grande confronto no Bruno Daniel. Para superar os cariocas, desde agora o atacante Antônio Flávio convoca os torcedores do Ramalhão a lotarem o estádio.

"Necessitamos do incentivo da nossa torcida. Provamos que merecemos o apoio e espero que compareça", destacou o jogador.

Jovem de 22 anos, revelado nas categorias de base e vice-artilheiro da equipe na temporada com sete gols (atrás apenas de Pablo Escobar, com oito), Antônio Flávio ainda comemorava ontem o gol marcado contra o Coxa, sábado, no Paraná, o segundo da goleada por 4 a 2. Aproveitando chute de fora da área do próprio Escobar, o atacante desviou de cabeça e matou Edson Bastos.

"Não foi sem querer. Foi consciente. Até fiz o movimento, me abaixei, cabeceei e tive a felicidade de marcar", explicou.

Mesmo depois de balançar as redes, o jogador foi a opção de Sérgio Guedes para deixar o time - substituído por Dionísio - após a expulsão de Júnior Caiçara. Mostrando personalidade, Antônio Flávio comentou que não ficou bravo por ter saído. "O importante é ajudar. Sabia que tinha de sair um jogador, a gente estava com resultado tranquilo (3 a 1, no momento) e aceitei numa boa, sem ficar bravo", disse.

Ingressos para jogo contra o Flamengo estão à venda

O Santo André dá prosseguimento à campanha no Brasileirão no domingo, às 18h30, contra o Flamengo, no Brunão, e os ingressos para a partida estão à venda tanto nas bilheterias do estádio quanto nos tradicionais postos de venda - Bar do Mazinho, nas lojas Gol de Placa, A Esportiva e Sportcenter, além da sede do clube, no Jaçatuba, das 11h às 18h.

Os preços de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) estão mantidos. O torcedor pode adquirir a entrada também pela internet, por meio do site www.ingressofacil.com.br.

A torcida andreense ficará nas cadeiras cobertas, enquanto a flamenguista ocupará a arquibancada oposta.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;