Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

PUC promove alerta sobre cuidados com a voz


Do Diário do Grande ABC

17/04/2000 | 16:33


Professores, alunos e funcionários da Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP) fazem, nesta segunda-feira, o evento "Ecos do Silêncio", para alertar a populaçao sobre os cuidados com a voz. Neste domingo, foi comemorado o Dia Nacional da Voz, criado pela Sociedade Brasileira de Laringologia e Voz.

O evento é organizado pelo GT-Voz da PUC de Sao Paulo, grupo que estuda e pesquisa a voz, formado por professores do Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia. As 16 e 21 horas, profissionais e alunos de todas as unidades da PUC interrompem suas atividades por três minutos, poem um esparadrapo na boca e permanecem em silêncio.

De acordo com uma das organizadoras do evento, a fonoaudióloga Leslie Piccolotto Ferreria, o objetivo é avaliar a importância da voz. "Ao final desse tempo, discutiremos as sensaçoes percebidas, revelando as questoes relacionadas à importância da voz no processo comunicativo e a presença de ruídos nas nossas dependências."

Alerta - Segundo informaçoes da Organizaçao Mundial de Saúde, o Brasil é o segundo país com maior incidência de câncer de laringe , atrás apenas da Tailândia. Aproximadamente 15 mil brasileiros desenvolvem a doença a cada ano e 8 mil deles morrem deste tipo de câncer. "Muitas vidas e inúmeras vozes podem ser salvas se tratadas precocemente, pois a cura do câncer de laringe acontece em cerca de 95% dos casos,'' afirma Agrício Crespo, presidente da Sociedade Brasileira de Laringologia e Voz.

Um dos primeiros sintomas da doença é a alteraçao da voz principalmente em pacientes adultos fumantes. De acordo com Crespo, cerca de 25% da populaçao profissionalmente ativa utilizam a voz como instrumento de trabalho e nao sabem como proceder diante de distúrbios vocais, como a fadiga, ardência, pigarro e outros. "Por isso, alteraçoes como a rouquidao, por mais de três semanas pode ser indício de doença grave e precisa ser tratada inicialmente por um otorrinolaringologista e por fonoaudiólogos."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PUC promove alerta sobre cuidados com a voz

Do Diário do Grande ABC

17/04/2000 | 16:33


Professores, alunos e funcionários da Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP) fazem, nesta segunda-feira, o evento "Ecos do Silêncio", para alertar a populaçao sobre os cuidados com a voz. Neste domingo, foi comemorado o Dia Nacional da Voz, criado pela Sociedade Brasileira de Laringologia e Voz.

O evento é organizado pelo GT-Voz da PUC de Sao Paulo, grupo que estuda e pesquisa a voz, formado por professores do Programa de Estudos Pós-Graduados em Fonoaudiologia. As 16 e 21 horas, profissionais e alunos de todas as unidades da PUC interrompem suas atividades por três minutos, poem um esparadrapo na boca e permanecem em silêncio.

De acordo com uma das organizadoras do evento, a fonoaudióloga Leslie Piccolotto Ferreria, o objetivo é avaliar a importância da voz. "Ao final desse tempo, discutiremos as sensaçoes percebidas, revelando as questoes relacionadas à importância da voz no processo comunicativo e a presença de ruídos nas nossas dependências."

Alerta - Segundo informaçoes da Organizaçao Mundial de Saúde, o Brasil é o segundo país com maior incidência de câncer de laringe , atrás apenas da Tailândia. Aproximadamente 15 mil brasileiros desenvolvem a doença a cada ano e 8 mil deles morrem deste tipo de câncer. "Muitas vidas e inúmeras vozes podem ser salvas se tratadas precocemente, pois a cura do câncer de laringe acontece em cerca de 95% dos casos,'' afirma Agrício Crespo, presidente da Sociedade Brasileira de Laringologia e Voz.

Um dos primeiros sintomas da doença é a alteraçao da voz principalmente em pacientes adultos fumantes. De acordo com Crespo, cerca de 25% da populaçao profissionalmente ativa utilizam a voz como instrumento de trabalho e nao sabem como proceder diante de distúrbios vocais, como a fadiga, ardência, pigarro e outros. "Por isso, alteraçoes como a rouquidao, por mais de três semanas pode ser indício de doença grave e precisa ser tratada inicialmente por um otorrinolaringologista e por fonoaudiólogos."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;