Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Flamengo confirma favoritismo e fatura a Copa do Brasil


Das Agências

27/07/2006 | 00:20


Com um gol de Juan, aos 28 minutos do primeiro tempo, o Flamengo sagrou-se bicampeão da Copa do Brasil. Mais que isso, com uma nova vitória sobre o Vasco, 1 a 0, o time rubro-negro ainda conseguiu quebrar um longo jejum em torneios nacionais, garantiu presença mais uma vez na Copa Libertadores do ano que vem e ainda ampliou para cinco os triunfos sobre o rival vascaíno em decisões.

Como já havia vencido o primeiro jogo por 2 a 0, o Fla entrou mais tranqüilo no Maracanã e soube explorar o nervosismo do Vasco, que perdeu o centroavante Valdir Papel expulso logo aos 16min do primeiro tempo. Consciente, o time dirigido por Ney Franco tocou bem a bola, marcou seu gol - com Juan - e voltou a ser campeão nacional depois de 14 anos.

O último título havia sido o Brasileiro de 1992. De lá para cá, foram três finais de Copa do Brasil - 1997, 2003 e 2004 - e três vices-campeonato. O clube ainda conquistou a Copa dos Campeões de 2001, torneio que o credenciou a Libertadores de 2002, mas a competição, que não existe mais, era curta e sem tradição no país.

Já o Vasco segue sem conseguir vencer uma Copa do Brasil. Essa foi a primeira decisão do clube, que tentava um alento após temporadas insossas desde o título do Campeonato Brasileiro de 2000.

Ficha Técnica:

Vasco
Cássio; Wagner Diniz, Jorge Luiz, Fábio Braz e Diego; Ygor, Andrade (Abedi), Ramon (Valdiram) e Morais (Ernane); Valdir Papel e Edílson
Técnico: Renato Gaúcho

Flamengo
Diego; Renato Silva, Fernando e Rodrigo Arroz; Leonardo Moura, Jônatas, Toró (Obina), Renato, Renato Augusto (Peralta) e Juan; Luizão (Léo)
Técnico: Ney Franco

Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Cartão vermelho: Valdir Papel (V)
Gols: Juan, aos 28min do primeiro tempo


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Flamengo confirma favoritismo e fatura a Copa do Brasil

Das Agências

27/07/2006 | 00:20


Com um gol de Juan, aos 28 minutos do primeiro tempo, o Flamengo sagrou-se bicampeão da Copa do Brasil. Mais que isso, com uma nova vitória sobre o Vasco, 1 a 0, o time rubro-negro ainda conseguiu quebrar um longo jejum em torneios nacionais, garantiu presença mais uma vez na Copa Libertadores do ano que vem e ainda ampliou para cinco os triunfos sobre o rival vascaíno em decisões.

Como já havia vencido o primeiro jogo por 2 a 0, o Fla entrou mais tranqüilo no Maracanã e soube explorar o nervosismo do Vasco, que perdeu o centroavante Valdir Papel expulso logo aos 16min do primeiro tempo. Consciente, o time dirigido por Ney Franco tocou bem a bola, marcou seu gol - com Juan - e voltou a ser campeão nacional depois de 14 anos.

O último título havia sido o Brasileiro de 1992. De lá para cá, foram três finais de Copa do Brasil - 1997, 2003 e 2004 - e três vices-campeonato. O clube ainda conquistou a Copa dos Campeões de 2001, torneio que o credenciou a Libertadores de 2002, mas a competição, que não existe mais, era curta e sem tradição no país.

Já o Vasco segue sem conseguir vencer uma Copa do Brasil. Essa foi a primeira decisão do clube, que tentava um alento após temporadas insossas desde o título do Campeonato Brasileiro de 2000.

Ficha Técnica:

Vasco
Cássio; Wagner Diniz, Jorge Luiz, Fábio Braz e Diego; Ygor, Andrade (Abedi), Ramon (Valdiram) e Morais (Ernane); Valdir Papel e Edílson
Técnico: Renato Gaúcho

Flamengo
Diego; Renato Silva, Fernando e Rodrigo Arroz; Leonardo Moura, Jônatas, Toró (Obina), Renato, Renato Augusto (Peralta) e Juan; Luizão (Léo)
Técnico: Ney Franco

Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Cartão vermelho: Valdir Papel (V)
Gols: Juan, aos 28min do primeiro tempo

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;