Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Demi Moore vingativa em ‘Um Plano Brilhante’


Luís Felipe Soares
Especial para o Diário

11/04/2008 | 07:11


Outra atração que chega aos cinemas é Um Plano Brilhante, em cartaz em São Paulo. A trama se passa na década de 1960 e tem a atriz Demi Moore no papel da executiva Laura Quinn.

Dedicada ao seu trabalho na maior empresa de diamantes de Londres, ela não se conforma de que sua vida profissional não lhe rende bons frutos pelo fato de ser uma mulher. Quando há a oportunidade para uma promoção, ela é preterida ao cargo. Sua frustração aumenta após ela elaborar um plano para contornar um escândalo envolvendo mortes de funcionários da empresa em minas na África e não receber créditos pela iniciativa.

Ela conhece o amargurado zelador Sr. Hobbs, interpretado pelo respeitável Michael Caine. Prestes a se aposentar, ele se sente traído pela empresa, que não lhe dará nada em retorno por toda a uma vida dedicada ao local. Por meio dele, Laura descobre que pode perder seu emprego. Revoltados, decidem praticar um grande crime, roubando diversos diamantes, na maior ação já realizada contra a empresa.

Neste longa, a atenção principal se volta não para o roubo, mas para a relação entre os dois personagens principais. O ponto forte de Um Plano Brilhante é a interação dos atores e a humanização dos tipos que interpretam.

A questão do preconceito se sobressai. De um lado, há uma mulher vivendo em um período marcado pela discriminação sexual no trabalho, embora seja a pessoa mais capaz da empresa em questão. Do outro, o homem pobre e simples que, apesar de tudo, tem uma inteligência incomum.

O filme tem a direção de Michael Rafdord, diretor de obras como O Mercador de Veneza e O Carteiro e o Poeta. O roteiro é do novato Edward Anderson. Embora seja ambientado em Londres, grande parte das gravações ocorreu em Luxemburgo. (Supervisão de Gislaine Gutierre)


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Demi Moore vingativa em ‘Um Plano Brilhante’

Luís Felipe Soares
Especial para o Diário

11/04/2008 | 07:11


Outra atração que chega aos cinemas é Um Plano Brilhante, em cartaz em São Paulo. A trama se passa na década de 1960 e tem a atriz Demi Moore no papel da executiva Laura Quinn.

Dedicada ao seu trabalho na maior empresa de diamantes de Londres, ela não se conforma de que sua vida profissional não lhe rende bons frutos pelo fato de ser uma mulher. Quando há a oportunidade para uma promoção, ela é preterida ao cargo. Sua frustração aumenta após ela elaborar um plano para contornar um escândalo envolvendo mortes de funcionários da empresa em minas na África e não receber créditos pela iniciativa.

Ela conhece o amargurado zelador Sr. Hobbs, interpretado pelo respeitável Michael Caine. Prestes a se aposentar, ele se sente traído pela empresa, que não lhe dará nada em retorno por toda a uma vida dedicada ao local. Por meio dele, Laura descobre que pode perder seu emprego. Revoltados, decidem praticar um grande crime, roubando diversos diamantes, na maior ação já realizada contra a empresa.

Neste longa, a atenção principal se volta não para o roubo, mas para a relação entre os dois personagens principais. O ponto forte de Um Plano Brilhante é a interação dos atores e a humanização dos tipos que interpretam.

A questão do preconceito se sobressai. De um lado, há uma mulher vivendo em um período marcado pela discriminação sexual no trabalho, embora seja a pessoa mais capaz da empresa em questão. Do outro, o homem pobre e simples que, apesar de tudo, tem uma inteligência incomum.

O filme tem a direção de Michael Rafdord, diretor de obras como O Mercador de Veneza e O Carteiro e o Poeta. O roteiro é do novato Edward Anderson. Embora seja ambientado em Londres, grande parte das gravações ocorreu em Luxemburgo. (Supervisão de Gislaine Gutierre)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;