Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Tapeçaria de Burle Marx segue para mostra no RJ


Melina Dias
Do Diário do Grande ABC

03/12/2008 | 07:00


Após dois dias de trabalho, terminou na última terça-feira a remoção para empréstimo da tapeçaria assinada pelo arquiteto e paisagista Roberto Burle Marx (1909-1994). Ela saiu do nono andar do prédio da Prefeitura de Santo André, pela parte externa, e será encaminhada para exposição no Rio de Janeiro. A operação de transporte foi segurada em R$ 1,7 milhão.

Esta é a maior tapeçaria feita a partir de um desenho de Burle Marx, ela mede 26 m X 3,3 m. A última vez que deixou o Paço foi há 35 anos, para ser exibida em Portugal. Anteontem, por volta de 10h, um guincho foi instalado no teto do Salão Nobre.

Na última terça, a peça foi retirada da moldura onde fica presa por velcro. Em seguida, foi colocada sobre um plástico estendido no chão. Durante boa parte do dia, o trabalho dos transportadores foi enrolar a peça em um cilindro instalado em uma caixa com proteção térmica, feita especialmente para a obra de arte.

Também foram retiradas as janelas do salão, já que o ‘pacote' - um cubo de cerca de 5 m - não passaria pela porta. A embalagem atrelada ao guincho desceu ao solo às 17h40, após a chuva cessar.

A peça seguiu de caminhão para o centro cultural Paço Imperial, do Rio. Nos próximos dias será destaque da mostra Roberto Burle Marx 100 Anos - A Permanência do Instável. A exposição abre no dia 11 e segue até março.

Em abril, quando será instalada novamente no Paço, a tapeçaria pode ser apreciada por meio de um projeto do Museu de Santo André (Rua Senador Fláquer, 470, tel. : 4438-9111), que organiza visitas monitoradas de grupos. Vale lembrar que em 2006, a rara obra de Burle Marx, patrimônio do município de valor incalculável, passou por restauro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;