Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ecologistas franceses rejeitam projeto de testes nucleares


Do Diário do Grande ABC

09/11/1999 | 10:15


Os ecologistas franceses rejeitaram o projeto de simulaçao dos testes nucleares que ``relança a corrida armamentista e os riscos de proliferaçao nuclear''.

Yves Couchet, deputado e vice-presidente da Assembléia Nacional, enviou uma solicitaçao ao ministro da Defesa, Alain Richard, no sentido de que sejam suspensos, pelo menos nos anos 2000 e 2001, ``esse projeto inútil, caro e perigoso''.

Segundo ele, o atual primeiro-ministro Lionel Jospin, após as eleiçoes legislativas de 1997, lançou esse projeto e simulaçao dos testes nucleares.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ecologistas franceses rejeitam projeto de testes nucleares

Do Diário do Grande ABC

09/11/1999 | 10:15


Os ecologistas franceses rejeitaram o projeto de simulaçao dos testes nucleares que ``relança a corrida armamentista e os riscos de proliferaçao nuclear''.

Yves Couchet, deputado e vice-presidente da Assembléia Nacional, enviou uma solicitaçao ao ministro da Defesa, Alain Richard, no sentido de que sejam suspensos, pelo menos nos anos 2000 e 2001, ``esse projeto inútil, caro e perigoso''.

Segundo ele, o atual primeiro-ministro Lionel Jospin, após as eleiçoes legislativas de 1997, lançou esse projeto e simulaçao dos testes nucleares.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;