Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Oposição na espreita

A oposição de Diadema está ansiosa para a definição sobre o futuro de Adelson


Do Diário do Grande ABC

10/02/2012 | 00:00


A oposição de Diadema está ansiosa para a definição sobre o futuro do secretário de Segurança Alimentar, Manoel José da Silva, o Adelson (PSB). O prefeito Mário Reali (PT) abriu sindicância interna para apurar denúncias de extorsão praticadas por aliados do socialista, que, na pior das hipóteses, pode deixar o governo petista. É aí que entram os adversários. Se Adelson cair, os pré-candidatos ao Paço José Augusto da Silva Ramos (PSDB) e Lauro Michels (PV) estão prontos para abraçá-lo para reforçar o time oposicionista. Tucanos e verdes, inclusive, têm evitado criticar Adelson, para que se o rompimento com Reali se concretizar o discurso não fique contraditório. Adelson, também presidente do PSB local, tem trabalhado para ser vice na chapa petista. Mas se mudar de lado não será problema. Ele já fora parceiro de Zé Augusto nas eleições de 2004 e 2008. O trânsito fica um pouco mais complicado para o lado de Michels, que terá de tirar algum coelho da cartola para atrair o socialista. Enquanto a situação permanece indefinida, ao menos a operação para salvar Adelson já está em andamento.

BASTIDORES

Gafe
O coordenador regional do PSD, deputado estadual José Bittencourt, cometeu gafe ontem durante reunião com os partidários de Ribeirão Pires. Além de pronunciar o nome do vereador Koiti Takaki de maneira equivocada por diversas vezes, disse que o parlamentar disputará novamente vaga na Câmara em outubro. Alguém precisa informar o deputado que o vereador reiterou em inúmeras ocasiões que não será candidato à vereança neste ano.

E os projetos?
A cidade de Mauá está forrada de faixas e outdoors de políticos com mensagens de felicitações de Natal e Ano-Novo. Os anunciantes são principalmente vereadores. Mais de um mês depois das festas de fim de ano e as peças publicitárias ainda são as mesmas. Deve estar faltando projeto para divulgar à população.

Alvo adversário
A deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) não poupou críticas ao superintendente da Sama, Diniz Lopes (PR), por estar em viagem internacional nos últimos dias e em sua volta encontrar a cidade com problemas de abastecimento de água, pelo rompimento de uma adutora. "Esse episódio reflete a má gestão feita na Sama. Existe um contrato de R$ 10 milhões para tapar vala, mas não há planejamento de prevenção da rede, falta treinamento do pessoal, a manutenção é precária. Sequer há uma solução emergencial", disparou a parlamentar, pré-candidata ao Paço.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Oposição na espreita

A oposição de Diadema está ansiosa para a definição sobre o futuro de Adelson

Do Diário do Grande ABC

10/02/2012 | 00:00


A oposição de Diadema está ansiosa para a definição sobre o futuro do secretário de Segurança Alimentar, Manoel José da Silva, o Adelson (PSB). O prefeito Mário Reali (PT) abriu sindicância interna para apurar denúncias de extorsão praticadas por aliados do socialista, que, na pior das hipóteses, pode deixar o governo petista. É aí que entram os adversários. Se Adelson cair, os pré-candidatos ao Paço José Augusto da Silva Ramos (PSDB) e Lauro Michels (PV) estão prontos para abraçá-lo para reforçar o time oposicionista. Tucanos e verdes, inclusive, têm evitado criticar Adelson, para que se o rompimento com Reali se concretizar o discurso não fique contraditório. Adelson, também presidente do PSB local, tem trabalhado para ser vice na chapa petista. Mas se mudar de lado não será problema. Ele já fora parceiro de Zé Augusto nas eleições de 2004 e 2008. O trânsito fica um pouco mais complicado para o lado de Michels, que terá de tirar algum coelho da cartola para atrair o socialista. Enquanto a situação permanece indefinida, ao menos a operação para salvar Adelson já está em andamento.

BASTIDORES

Gafe
O coordenador regional do PSD, deputado estadual José Bittencourt, cometeu gafe ontem durante reunião com os partidários de Ribeirão Pires. Além de pronunciar o nome do vereador Koiti Takaki de maneira equivocada por diversas vezes, disse que o parlamentar disputará novamente vaga na Câmara em outubro. Alguém precisa informar o deputado que o vereador reiterou em inúmeras ocasiões que não será candidato à vereança neste ano.

E os projetos?
A cidade de Mauá está forrada de faixas e outdoors de políticos com mensagens de felicitações de Natal e Ano-Novo. Os anunciantes são principalmente vereadores. Mais de um mês depois das festas de fim de ano e as peças publicitárias ainda são as mesmas. Deve estar faltando projeto para divulgar à população.

Alvo adversário
A deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) não poupou críticas ao superintendente da Sama, Diniz Lopes (PR), por estar em viagem internacional nos últimos dias e em sua volta encontrar a cidade com problemas de abastecimento de água, pelo rompimento de uma adutora. "Esse episódio reflete a má gestão feita na Sama. Existe um contrato de R$ 10 milhões para tapar vala, mas não há planejamento de prevenção da rede, falta treinamento do pessoal, a manutenção é precária. Sequer há uma solução emergencial", disparou a parlamentar, pré-candidata ao Paço.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;