Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Consorciados fazem protesto para reaver valores pagos


Leone Fariasbr>Do Diário do Grande ABC

09/07/2003 | 00:33


Um grupo de consorciados da empresa União Empreendimentos e Administração, que utiliza a marca Consórcio Apolinário, realizou na terça-feira à tarde um protesto no Centro de Santo André, em frente à sede da companhia, que está há dois anos em processo de liquidação extrajudicial pelo Banco Central.

A manifestação foi organizada pela Abradec (Associação Brasileira em Defesa dos Consorciados), criada para defender os 2.196 pessoas que estão desde 2001 sem receber nem o veículo (carro, moto, caminhão ou van) nem os valores. Segundo o presidente da entidade, Donizete de Carvalho, são cerca de 600 no Grande ABC que tem recursos a haver.

O dirigente da Abradec afirmou que a associação quer acompanhar seu andamento e ter acesso aos balancetes da empresa nesse período. Ele estimou que a dívida com os consorciados gira em R$ 12 milhões. O liquidante nomeado pelo BC, Valder Viana de Carvalho, não foi encontrado na terça-feira pelo Diário, para comentar sobre o processo de liquidação.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Consorciados fazem protesto para reaver valores pagos

Leone Fariasbr>Do Diário do Grande ABC

09/07/2003 | 00:33


Um grupo de consorciados da empresa União Empreendimentos e Administração, que utiliza a marca Consórcio Apolinário, realizou na terça-feira à tarde um protesto no Centro de Santo André, em frente à sede da companhia, que está há dois anos em processo de liquidação extrajudicial pelo Banco Central.

A manifestação foi organizada pela Abradec (Associação Brasileira em Defesa dos Consorciados), criada para defender os 2.196 pessoas que estão desde 2001 sem receber nem o veículo (carro, moto, caminhão ou van) nem os valores. Segundo o presidente da entidade, Donizete de Carvalho, são cerca de 600 no Grande ABC que tem recursos a haver.

O dirigente da Abradec afirmou que a associação quer acompanhar seu andamento e ter acesso aos balancetes da empresa nesse período. Ele estimou que a dívida com os consorciados gira em R$ 12 milhões. O liquidante nomeado pelo BC, Valder Viana de Carvalho, não foi encontrado na terça-feira pelo Diário, para comentar sobre o processo de liquidação.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;