Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Manchas de óleo do Prestige chegam a praias da França


Da AFP

02/01/2003 | 12:39


O óleo derramado há 1 mês pelo petroleiro "Prestige", que afundou no litoral da Espanha, começou a chegar nas últimas horas às praias do Sudoeste da França. As inconfundíveis e temidas manchas negras se multiplicam pelas praias de Landes e no departamento de Gironde, cuja capital é Bordeaux, onde já foram encontrados pássaros mortos cobertos de óleo, segundo testemunhas.

Manchas negras com diâmetro entre 3 e 5 centímetros devem atingir nos próximos dias as praias de Landes, Hourtin, Carcans e Maubuisson, La Teste e Mimizan. Equipes de limpeza estão trabalhando para avaliar o tamanho do prejuízo, segundo a administração local, e o acesso a alguns destes locais foi interditado. Enquanto isso, os trabalhos de limpeza e reparo do submarino Nautile no casco do Prestige estão parados no litoral da Galícia, devido a uma tempestade, e o navio continua derramando óleo no mar.

A embarcação que transporta o Nautile, o Atalante, encontra-se esta quinta-feira no porto de Vigo, depois de ter esperado por vários dias, em vão, a melhora do tempo, na esperança de poder finalmente descer o submarino até o Prestige. O petroleiro transportava 77 mil toneladas de combustível. Quando afundou no litoral galego, no dia 19 de novembro, perdeu 20 mil toneladas. Segundo as autoridades espanholas, nos últimos dias o combustível esfriou, e por isso o ritmo do vazamento diminuiu.

O petroleiro encontra-se atualmente a 3.500 metros de profundidade, com o casco partido em dois, informou à AFP um porta-voz da Presidência da Espanha. O Nautile não pode trabalhar se as ondas forem maiores que três metros. Até agora, o submarino conseguiu tapar 15 buracos por onde o óleo escapava.

As autoridades francesas perceberam as primeiras manchas negras na terça-feira, em uma praia de Landes. Ontem, o petróleo se espalhava por 17 km da região. A origem do óleo só foi confirmada no primeiro caso. Os outros estão sendo analisados.

A Liga de Proteção das Aves (LPO, em francês) local afirmou que foram recolhidos pássaros atingidos pelo óleo do Prestige em todo o litoral da região da Aquitânia. No total, 170 aves mortas e centenas doentes devido ao combustível, que se encontram atualmente em Biarritz e Ares, ambas cidades do Sudoeste, serão levadas para um centro de cuidados de Nantes, segundo a LPO. "Cidadãos e equipes de resgate nos enviam passáros que encontram no litoral. A quantidade é tão grande que vamos ter que criar uma unidade especial", disse Olivier Le Gall, presidente da LPO na Aquitânia.

Segundo a ministra francesa da Ecologia, Roselyne Bachelot, grandes manchas de petróleo do Prestige podem chegar até dia 5 ao estuário de Gironde. A ministra avaliou, em entrevista ao jornal "Le Parisien", que o acidente vai "envenenar o país durante vários meses (...) A contaminação do Prestige é como uma espada de Dámocles, permanecerá durante muito tempo sobre nossas cabeças", avisou.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;