Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Polícia prende outro suspeito da morte de diretor do CDP de Mauá


Do Diário OnLine

16/02/2007 | 12:11


Um outro suspeito de participação no assassinato de Wellington Rodrigo Segura, diretor do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Mauá, foi preso na manhã desta sexta-feira por policiais do Deic (Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado). Fábio de Oliveira, conhecido como 'Pezão', foi localizado em Suzano, na Grande São Paulo.

A polícia apreendeu com 'Pezão' drogas, um revólver, uma espingarda e dois fuzis. Uma das armas, uma US Carpine calibre 30, utiliza o mesmo tipo de munição encontrada no local da morte do diretor.

Segundo o Deic, o preso teria sido designado pela quadrilha que matou Segura para guardar o armamento usado no crime. 'Pezão' já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas.

Crime - Wellington Segura foi executado no dia 26 de Janeiro pouco depois de deixar o CDP de Mauá. Ele seguia para casa junto com a funcionária do presídio Marilene Maria da Silva quando o carro no qual estavam foi alvejado por tiros.

Segura, considerado um diretor 'linha dura', morreu na hora, enquanto Marilene sobreviveu ao atentado.

Um outro suspeito preso pelo crime, Fábio Aparecido de Almeida, o 'Magrelo' ou 'Magrão', disse em depoimento à polícia que o diretor foi executado a mando da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) por causa de maus-tratos cometidos contra detentos.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polícia prende outro suspeito da morte de diretor do CDP de Mauá

Do Diário OnLine

16/02/2007 | 12:11


Um outro suspeito de participação no assassinato de Wellington Rodrigo Segura, diretor do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Mauá, foi preso na manhã desta sexta-feira por policiais do Deic (Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado). Fábio de Oliveira, conhecido como 'Pezão', foi localizado em Suzano, na Grande São Paulo.

A polícia apreendeu com 'Pezão' drogas, um revólver, uma espingarda e dois fuzis. Uma das armas, uma US Carpine calibre 30, utiliza o mesmo tipo de munição encontrada no local da morte do diretor.

Segundo o Deic, o preso teria sido designado pela quadrilha que matou Segura para guardar o armamento usado no crime. 'Pezão' já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas.

Crime - Wellington Segura foi executado no dia 26 de Janeiro pouco depois de deixar o CDP de Mauá. Ele seguia para casa junto com a funcionária do presídio Marilene Maria da Silva quando o carro no qual estavam foi alvejado por tiros.

Segura, considerado um diretor 'linha dura', morreu na hora, enquanto Marilene sobreviveu ao atentado.

Um outro suspeito preso pelo crime, Fábio Aparecido de Almeida, o 'Magrelo' ou 'Magrão', disse em depoimento à polícia que o diretor foi executado a mando da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) por causa de maus-tratos cometidos contra detentos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;