Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Linha S comprova evolução tecnológica da Audi

Fábrica alemã aposta em 6 lançamentos para crescer
no Brasil e se tornar líder entre as marcas premium


Wagner Oliveira
Do Diário do Grande ABC

16/12/2009 | 07:00


Poucos privilegiados vão ter oportunidade de ter em suas garagens dois veículos que representam o estado da arte da Audi, marca que investe para ser líder entre os fabricantes premium. O TTS, nas versões cupê e roadster (conversível), e o S3 Sportback (derivado do A3) começam a ser vendidos no Brasil. A montadora prepara seis lançamentos para crescer 50% em 2010 - deve fechar 2009 com a venda de 2.000 carros. Entre as novidades, estará o S4, superesportivo derivado do A4.

A linha S da Audi diferencia-se pelo apelo esportivo, acabamento primoroso e inovação tecnológica - características que têm feito a Audi avançar rapidamente, principalmente na Europa. O resultado é uma combinação entre leveza, potência e segurança - traduzida numa condução prazerosa.

A reportagem teve a oportunidade de dirigir os dois modelos nas moderníssimas rodovias e nas encaracoladas vicinais da Alemanha. A experiência foi marcante. Também participamos de uma prova de arrancada na pista do sambódromo, no Parque Anhembi, em São Paulo.

Tanto S3 Sportback quanto o TTS são equipados com motor 2.0 TFSI, mas com padrões de funcionamento e desempenho diferentes. O S3 desenvolve 256 cavalos, enquanto o TTS chega a 272 cv de potência. Embora com a mesma base, os dois propulsores foram desenvolvidos para dar o máximo em cada um dos dois modelos.

Com auxílio de um turbocompressor, o TTS acelera de 0 a 100 km/h em 5,2 segundos (configuração cupê) e 5,4 segundos no cabriolet.

Os quatro cilindros em linha entregam torque de 35,7 mkgf, numa rotação entre 2.500 e 5.000 rpm. Tanto naversão roadster como na cupê, o TTS tem velocidade limitada eletronicamente em 250 km/h - poderia chegar a 290 km/h.

Estilo e sofisticação para conquistar público urbano

O TT, que nasceu há dez anos, mostra sua evolução com a geração S, tanto na versão Coupé quanto na Roadster. A essência das duas configurações que começam a ser vendidas no Brasil é oferecer direção esportiva combinada com a atração do design. Para o presidente da Audi, Paulo Sérgio Kakinoff, o TTS é um veículo perfeito para o ambiente urbano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Linha S comprova evolução tecnológica da Audi

Fábrica alemã aposta em 6 lançamentos para crescer
no Brasil e se tornar líder entre as marcas premium

Wagner Oliveira
Do Diário do Grande ABC

16/12/2009 | 07:00


Poucos privilegiados vão ter oportunidade de ter em suas garagens dois veículos que representam o estado da arte da Audi, marca que investe para ser líder entre os fabricantes premium. O TTS, nas versões cupê e roadster (conversível), e o S3 Sportback (derivado do A3) começam a ser vendidos no Brasil. A montadora prepara seis lançamentos para crescer 50% em 2010 - deve fechar 2009 com a venda de 2.000 carros. Entre as novidades, estará o S4, superesportivo derivado do A4.

A linha S da Audi diferencia-se pelo apelo esportivo, acabamento primoroso e inovação tecnológica - características que têm feito a Audi avançar rapidamente, principalmente na Europa. O resultado é uma combinação entre leveza, potência e segurança - traduzida numa condução prazerosa.

A reportagem teve a oportunidade de dirigir os dois modelos nas moderníssimas rodovias e nas encaracoladas vicinais da Alemanha. A experiência foi marcante. Também participamos de uma prova de arrancada na pista do sambódromo, no Parque Anhembi, em São Paulo.

Tanto S3 Sportback quanto o TTS são equipados com motor 2.0 TFSI, mas com padrões de funcionamento e desempenho diferentes. O S3 desenvolve 256 cavalos, enquanto o TTS chega a 272 cv de potência. Embora com a mesma base, os dois propulsores foram desenvolvidos para dar o máximo em cada um dos dois modelos.

Com auxílio de um turbocompressor, o TTS acelera de 0 a 100 km/h em 5,2 segundos (configuração cupê) e 5,4 segundos no cabriolet.

Os quatro cilindros em linha entregam torque de 35,7 mkgf, numa rotação entre 2.500 e 5.000 rpm. Tanto naversão roadster como na cupê, o TTS tem velocidade limitada eletronicamente em 250 km/h - poderia chegar a 290 km/h.

Estilo e sofisticação para conquistar público urbano

O TT, que nasceu há dez anos, mostra sua evolução com a geração S, tanto na versão Coupé quanto na Roadster. A essência das duas configurações que começam a ser vendidas no Brasil é oferecer direção esportiva combinada com a atração do design. Para o presidente da Audi, Paulo Sérgio Kakinoff, o TTS é um veículo perfeito para o ambiente urbano.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;