Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Radares de duas vias de Mauá passam em avaliação do Ipem

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Aferição dos equipamentos é obrigatória e válida por um ano


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

04/12/2019 | 07:00


O Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo) realizou, ontem, verificação de quatro radares em Mauá: três na Avenida Papa João XXIII e um na Capitão João. A aferição é obrigatória e válida por um ano.

Ainda que o funcionamento esteja de acordo com os parâmetros oficiais, motoristas que passam pelo local questionam a necessidade do equipamento instalado na Avenida Capitão João, na altura do número 810, há quase dez anos. “Cada trecho tem uma velocidade, aí a pessoa freia em cima do radar e aumenta as chances de acidentes”, opinou o motoboy Nivaldo Cabral, 41 anos.

Segundo dados do governo do Estado, o trânsito de Mauá resultou em 25 óbitos entre janeiro e outubro deste ano. A Avenida Capitão João foi responsável por uma dessas ocorrências, enquanto a Avenida Papa João XXIII não teve nenhum caso.

Questionada, a Prefeitura não retornou até o fechamento desta edição.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Radares de duas vias de Mauá passam em avaliação do Ipem

Aferição dos equipamentos é obrigatória e válida por um ano

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

04/12/2019 | 07:00


O Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo) realizou, ontem, verificação de quatro radares em Mauá: três na Avenida Papa João XXIII e um na Capitão João. A aferição é obrigatória e válida por um ano.

Ainda que o funcionamento esteja de acordo com os parâmetros oficiais, motoristas que passam pelo local questionam a necessidade do equipamento instalado na Avenida Capitão João, na altura do número 810, há quase dez anos. “Cada trecho tem uma velocidade, aí a pessoa freia em cima do radar e aumenta as chances de acidentes”, opinou o motoboy Nivaldo Cabral, 41 anos.

Segundo dados do governo do Estado, o trânsito de Mauá resultou em 25 óbitos entre janeiro e outubro deste ano. A Avenida Capitão João foi responsável por uma dessas ocorrências, enquanto a Avenida Papa João XXIII não teve nenhum caso.

Questionada, a Prefeitura não retornou até o fechamento desta edição.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;