Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Advogados do Grande ABC farão passeata pela paz


Illenia Negrin e
Luciano Cavenagui
Do Diário do Grande ABC

21/07/2004 | 21:45


Em protesto contra os assassinatos dos advogados criminalistas Ivan Rosa Ruiz e Cláudio Delmolin de Oliveira, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Santo André se organiza para encabeçar o Movimento Justiça e Paz no Combate à Violência, que prevê uma marcha de repúdio e a divulgação de uma carta de desagravo.

A passeata contra todos os tipos de violência que acometem a sociedade acontece no dia 12 de agosto e está sendo organizada em parceria com entidades e sindicatos do município.

A caminhada deve começar em frente à sede da Ordem, na avenida Portugal, e chegar à praça do Carmo, no Centro. Lá, será divulgada a Carta de Santo André contra a Violência.

“Vamos encaminhar nosso protesto a todas as autoridades competentes, inclusive ao presidente Lula e ao Ministério da Justiça”, disse o presidente da OAB de Santo André, José Sinésio Correia.

Nesta quinta, em reunião com representantes das entidades, Sinésio afirmou que “a convivência com a falta de segurança é insustentável e as autoridades têm de acordar para o problema.”

Depoimento – A mulher do segundo advogado morto, na semana passada, Cláudio Delmolin de Oliveira, vai depor nesta quinta na Delegacia de Homicídios, que investiga o assassinato dos dois advogados criminalistas e ex-sócios.

Nesta quarta, depôs a irmã de Oliveira, S.O.M., 39 anos, que trabalhava com o irmão e estava no escritório quando o crime ocorreu, na sexta-feira. De acordo com a equipe de investigação, ela não forneceu nenhuma informação relevante para solucionar o caso.

A principal linha de investigação da polícia é a relação entre os dois assassinatos, ocorridos em circunstâncias semelhantes. Os criminosos se fingiram de clientes para entrar nos escritórios e matar a tiros os dois. Ivan Rosa Ruiz foi morto em 24 de junho.

Segundo Sinésio, o presidente da OAB estadual, Luiz Flávio Borges D’Urso, está acompanhando de perto as investigações. “Precisamos cobrar da Secretaria Estadual uma atitude mais firme”, afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;