Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

ABTA e Anatel discutem regulamentaçao da Internet via cabo


Do Diário do Grande ABC

22/09/1999 | 15:38


A Associaçao Brasileira de Telecomunicaçoes por assinatura (ABTA) reúne-se nesta quinta-feira com o superintendente de serviços privados da Agência Nacional de Telecomunicaçoes (Anatel), Jarbas Valente, para discutir a proposta de regulamentaçao da Internet em alta velocidade via cabo. O presidente da ABTA, Alexandre Annemberg, antecipou que um dos temas de discussao será a limitaçao imposta pela Anatel a que as empresa de tevê por assinatura ofereçam Internet apenas aos seus assinantes.

Isso limitaria o mercado nao só das empresas de tevê por assinatura, como também dos provedores de acesso que venham a utilizar as redes de cabo de alta velocidade. A expectativa da ABTA é que a Anatel decida rever essa limitaçao, mas se isso nao acontecer, as empresas de tevê por assinatura avaliam que esse é um problema contornável. A regulamentaçao da Anatel deve estar aprovada até meados de outubro.

O presidente da ABTA informou que a nova regulamentaçao obriga as operadoras de tevê por assinatura a darem igualdade de condiçoes a outros provedores de acesso à Internet apenas se houver capacidade nas suas redes. Ele alertou que pode haver dificuldades em algumas cidades. Na cidade de Sao Paulo as redes a cabo estao no limite da capacidade. Annemberg explicou que a capacidade teórica da rede é de 80 canais, mas na prática é de menos de 70, sendo que, a Globocabo e TVA já ocupam o mínimo de 60. "Tem espaço para vários provedores, mas para um número limitado de assinantes", disse. Se houver um crescimento muito grande desse serviço, as operadoras podem até vir a cancelar algum canal pago para abrir capacidade de absorver mais assinantes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

ABTA e Anatel discutem regulamentaçao da Internet via cabo

Do Diário do Grande ABC

22/09/1999 | 15:38


A Associaçao Brasileira de Telecomunicaçoes por assinatura (ABTA) reúne-se nesta quinta-feira com o superintendente de serviços privados da Agência Nacional de Telecomunicaçoes (Anatel), Jarbas Valente, para discutir a proposta de regulamentaçao da Internet em alta velocidade via cabo. O presidente da ABTA, Alexandre Annemberg, antecipou que um dos temas de discussao será a limitaçao imposta pela Anatel a que as empresa de tevê por assinatura ofereçam Internet apenas aos seus assinantes.

Isso limitaria o mercado nao só das empresas de tevê por assinatura, como também dos provedores de acesso que venham a utilizar as redes de cabo de alta velocidade. A expectativa da ABTA é que a Anatel decida rever essa limitaçao, mas se isso nao acontecer, as empresas de tevê por assinatura avaliam que esse é um problema contornável. A regulamentaçao da Anatel deve estar aprovada até meados de outubro.

O presidente da ABTA informou que a nova regulamentaçao obriga as operadoras de tevê por assinatura a darem igualdade de condiçoes a outros provedores de acesso à Internet apenas se houver capacidade nas suas redes. Ele alertou que pode haver dificuldades em algumas cidades. Na cidade de Sao Paulo as redes a cabo estao no limite da capacidade. Annemberg explicou que a capacidade teórica da rede é de 80 canais, mas na prática é de menos de 70, sendo que, a Globocabo e TVA já ocupam o mínimo de 60. "Tem espaço para vários provedores, mas para um número limitado de assinantes", disse. Se houver um crescimento muito grande desse serviço, as operadoras podem até vir a cancelar algum canal pago para abrir capacidade de absorver mais assinantes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;