Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Quatro novas suspeitas de febre amarela na região


Rodrigo Cipriano
Do Diário do Grande ABC

22/01/2008 | 07:00


A região registrou ontem quatro novos casos suspeitos de febre amarela. Os pacientes estiveram em zonas endêmicas e aguardam o resultado de exames para confirmação do diagnóstico.

Outras duas pessoas do Grande ABC que também apresentaram sintomas da febre seguem em observação. Dos quatro novos casos de suspeita da doença, três são de Santo André e um é de São Bernardo.

Entre os pacientes de Santo André, um mora no Recreio da Borda do Campo. A pessoa viajou à Ilha Solteira, divisa com o Mato Grosso, e está internada desde sexta-feira, no Hospital Nossa Senhora de Fátima, em São Caetano. A outra notificação diz respeito a alguém que mora no bairro Camilópolis e esteve em Rio Quente, Goiás. Desde quinta-feira está no Hospital Beneficência Portuguesa, em Santo André.

O terceiro paciente sob suspeita é uma mulher que esteve em Formiga, Minas Gerais, e está internada no Hospital Itacolomy, em São Bernardo. Não foi divulgado o bairro onde ela mora. Fecha a lista um morador de São Bernardo que esteve na região Sul do País e seguiu viagem até Bonito, Mato Grosso do Sul. Está internado no Hospital São Bernardo.

As Vigilâncias Epdemiológicas de São Bernardo e Santo André não divulgaram a idade, o sexo ou a profissão dos pacientes. Nos dois casos acima, a reportagem conseguiu descobrir o sexo por meio de cruzamento de dados.

Para evitar a proliferação da doença na região, serão feitas vistorias no Camilópolis e no Recreio da Borda do Campo para eliminar eventuais criadouros do Aedes aegypti, mosquito que transmite dengue e também febre amarela em áreas urbanas.

No caso da paciente internada no Itacolomy, no Centro de São Bernardo, não será feito o bloqueio. A Prefeitura da cidade não revelou as medidas preventivas que serão tomadas.

RESULTADOS - A expectativa é de que o Instituto Adolfo Lutz divulgue hoje o laudo conclusivo de uma paciente de São Caetano com sintomas da doença. Ela esteve em Bonito. O resultado é aguardado desde sexta-feira. O outro paciente que é investigado desde a semana passada é de Mauá e trabalha em uma montadora. Também esteve na cidade turística do Mato Grosso do Sul e está internado no Hospital Cristóvão da Gama, em Santo André.

Segundo boletim médico de ontem, ele apresenta melhoras no quadro clínico, mas ainda são aguardados resultados de exames. Na semana passada, foram descartadas duas suspeitas de febre amarela na região.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Quatro novas suspeitas de febre amarela na região

Rodrigo Cipriano
Do Diário do Grande ABC

22/01/2008 | 07:00


A região registrou ontem quatro novos casos suspeitos de febre amarela. Os pacientes estiveram em zonas endêmicas e aguardam o resultado de exames para confirmação do diagnóstico.

Outras duas pessoas do Grande ABC que também apresentaram sintomas da febre seguem em observação. Dos quatro novos casos de suspeita da doença, três são de Santo André e um é de São Bernardo.

Entre os pacientes de Santo André, um mora no Recreio da Borda do Campo. A pessoa viajou à Ilha Solteira, divisa com o Mato Grosso, e está internada desde sexta-feira, no Hospital Nossa Senhora de Fátima, em São Caetano. A outra notificação diz respeito a alguém que mora no bairro Camilópolis e esteve em Rio Quente, Goiás. Desde quinta-feira está no Hospital Beneficência Portuguesa, em Santo André.

O terceiro paciente sob suspeita é uma mulher que esteve em Formiga, Minas Gerais, e está internada no Hospital Itacolomy, em São Bernardo. Não foi divulgado o bairro onde ela mora. Fecha a lista um morador de São Bernardo que esteve na região Sul do País e seguiu viagem até Bonito, Mato Grosso do Sul. Está internado no Hospital São Bernardo.

As Vigilâncias Epdemiológicas de São Bernardo e Santo André não divulgaram a idade, o sexo ou a profissão dos pacientes. Nos dois casos acima, a reportagem conseguiu descobrir o sexo por meio de cruzamento de dados.

Para evitar a proliferação da doença na região, serão feitas vistorias no Camilópolis e no Recreio da Borda do Campo para eliminar eventuais criadouros do Aedes aegypti, mosquito que transmite dengue e também febre amarela em áreas urbanas.

No caso da paciente internada no Itacolomy, no Centro de São Bernardo, não será feito o bloqueio. A Prefeitura da cidade não revelou as medidas preventivas que serão tomadas.

RESULTADOS - A expectativa é de que o Instituto Adolfo Lutz divulgue hoje o laudo conclusivo de uma paciente de São Caetano com sintomas da doença. Ela esteve em Bonito. O resultado é aguardado desde sexta-feira. O outro paciente que é investigado desde a semana passada é de Mauá e trabalha em uma montadora. Também esteve na cidade turística do Mato Grosso do Sul e está internado no Hospital Cristóvão da Gama, em Santo André.

Segundo boletim médico de ontem, ele apresenta melhoras no quadro clínico, mas ainda são aguardados resultados de exames. Na semana passada, foram descartadas duas suspeitas de febre amarela na região.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;