Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tigre mantém os pés no chão contra o Juventus


Thiago Silva
Do Diário do Grande ABC

15/08/2010 | 07:01


Empolgado com a campanha na Copa Paulista, o São Bernardo tenta hoje, às 10h, na Rua Javari, contra o Juventus, manter a soberania no Grupo 4 da competição. Mas o time do Grande ABC, líder da chave (14 pontos), sabe que terá jogo complicado pela frente. Depois do início ruim na competição, com duas derrotas, a equipe da Mooca não perdeu mais - duas vitórias e dois empates - e está em quinto lugar, com oito pontos, um abaixo do G-4.

"O Juventus sempre joga bem na Rua Javari. Eles vivem bom momento na competição, e nós não teremos vida fácil lá", afirmou o técnico Ruy Scarpino. Para o comandante, o Tigre precisa manter a filosofia dos pés no chão, mesmo com a boa fase. "Tenho conversado com o grupo. Ainda não ganhamos nada e o ritmo não pode cair. Eles entenderam e vamos buscar o título jogo a jogo", completou.

O elenco parece que realmente ouviu os pedidos do treinador. Após três partidas fora, devido a dores abdominais, o atacante Raul retorna e almeja vaga no time, mesmo com o bom momento dos titulares Danielzinho e Diogo Acosta. "Vou fazer o melhor possível. Se entrar no jogo, vou deixar o Ruy com dor de cabeça", brincou o jogador.

Outro que espera chance entre os titulares é Nydion. Contratado para ser o titular da lateral direita, o jogador não teve sorte. Logo na primeira partida, sofreu contratura muscular na coxa e perdeu três confrontos. Quando retornou, diante do Palmeiras B, ficou na reserva. E o mesmo deve acontecer diante do Juventus. "Preciso trabalhar para estar igual ou melhor do que os outros (Pará, Matheus e Pio, que jogaram nessa posição). Meu momento ainda vai chegar", disse Nydion.

ADVERSÁRIO
O técnico Esquerdinha, do Juventus, afirmou que o Moleque Travesso não pode temer a equipe do Grande ABC, invicta na competição, além de ter vencido seus três jogos fora de casa. "Sabemos que o São Bernardo tem grande qualidade, não à toa que é o melhor time do campeonato. Entretanto, futebol não tem favorito. Como jogamos em casa, não podemos nos intimidar", disse o treinador, que não terá desfalques contra o Tigre.


Goleiro Jefferson espera agarrar chance no jogo de hoje
Com apenas 20 anos, o goleiro Jefferson terá hoje, contra o Juventus, na Rua Javari, apenas a segunda chance como titular do São Bernardo. Ele vai substituir Anderson, que sente dores no músculo adutor e foi vetado para o confronto.

"Ele tem muito potencial e está pronto para jogar. Não temos receio nenhum em colocá-lo", elogiou o preparador de goleiros do São Bernardo, Oberdan Miranda. Mesmo com a pouca idade, Jefferson afirmou que está tranquilo em ficar com a vaga de Anderson, que há dois jogos não sofre gol.

"É uma responsabilidade grande, mas não terá problema. Quero brigar pela titularidade", afirmou o jogador.

No entanto, Jefferson terá de esperar um pouco para ganhar de vez a vaga no time. O técnico Ruy Scarpino deixou claro quem é o número um do São Bernardo.

"Todos precisam aproveitar oportunidades, mas o nosso titular é o Anderson. Ele deixou a equipe apenas porque estava lesionado", destacou o comandante.

"O Jefferson tem potencial, mas ainda precisa esperar o momento certo de atestar sua titularidade. Por enquanto, temos de respeitar o Anderson, que nunca deixou de trabalhar duro, principalmente quando era reserva na Série A-2", complementou Oberdan.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tigre mantém os pés no chão contra o Juventus

Thiago Silva
Do Diário do Grande ABC

15/08/2010 | 07:01


Empolgado com a campanha na Copa Paulista, o São Bernardo tenta hoje, às 10h, na Rua Javari, contra o Juventus, manter a soberania no Grupo 4 da competição. Mas o time do Grande ABC, líder da chave (14 pontos), sabe que terá jogo complicado pela frente. Depois do início ruim na competição, com duas derrotas, a equipe da Mooca não perdeu mais - duas vitórias e dois empates - e está em quinto lugar, com oito pontos, um abaixo do G-4.

"O Juventus sempre joga bem na Rua Javari. Eles vivem bom momento na competição, e nós não teremos vida fácil lá", afirmou o técnico Ruy Scarpino. Para o comandante, o Tigre precisa manter a filosofia dos pés no chão, mesmo com a boa fase. "Tenho conversado com o grupo. Ainda não ganhamos nada e o ritmo não pode cair. Eles entenderam e vamos buscar o título jogo a jogo", completou.

O elenco parece que realmente ouviu os pedidos do treinador. Após três partidas fora, devido a dores abdominais, o atacante Raul retorna e almeja vaga no time, mesmo com o bom momento dos titulares Danielzinho e Diogo Acosta. "Vou fazer o melhor possível. Se entrar no jogo, vou deixar o Ruy com dor de cabeça", brincou o jogador.

Outro que espera chance entre os titulares é Nydion. Contratado para ser o titular da lateral direita, o jogador não teve sorte. Logo na primeira partida, sofreu contratura muscular na coxa e perdeu três confrontos. Quando retornou, diante do Palmeiras B, ficou na reserva. E o mesmo deve acontecer diante do Juventus. "Preciso trabalhar para estar igual ou melhor do que os outros (Pará, Matheus e Pio, que jogaram nessa posição). Meu momento ainda vai chegar", disse Nydion.

ADVERSÁRIO
O técnico Esquerdinha, do Juventus, afirmou que o Moleque Travesso não pode temer a equipe do Grande ABC, invicta na competição, além de ter vencido seus três jogos fora de casa. "Sabemos que o São Bernardo tem grande qualidade, não à toa que é o melhor time do campeonato. Entretanto, futebol não tem favorito. Como jogamos em casa, não podemos nos intimidar", disse o treinador, que não terá desfalques contra o Tigre.


Goleiro Jefferson espera agarrar chance no jogo de hoje
Com apenas 20 anos, o goleiro Jefferson terá hoje, contra o Juventus, na Rua Javari, apenas a segunda chance como titular do São Bernardo. Ele vai substituir Anderson, que sente dores no músculo adutor e foi vetado para o confronto.

"Ele tem muito potencial e está pronto para jogar. Não temos receio nenhum em colocá-lo", elogiou o preparador de goleiros do São Bernardo, Oberdan Miranda. Mesmo com a pouca idade, Jefferson afirmou que está tranquilo em ficar com a vaga de Anderson, que há dois jogos não sofre gol.

"É uma responsabilidade grande, mas não terá problema. Quero brigar pela titularidade", afirmou o jogador.

No entanto, Jefferson terá de esperar um pouco para ganhar de vez a vaga no time. O técnico Ruy Scarpino deixou claro quem é o número um do São Bernardo.

"Todos precisam aproveitar oportunidades, mas o nosso titular é o Anderson. Ele deixou a equipe apenas porque estava lesionado", destacou o comandante.

"O Jefferson tem potencial, mas ainda precisa esperar o momento certo de atestar sua titularidade. Por enquanto, temos de respeitar o Anderson, que nunca deixou de trabalhar duro, principalmente quando era reserva na Série A-2", complementou Oberdan.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;