Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Nilson do Mercado desiste oficialmente de candidatura


Lukas Kenji
Especial para o Diário

31/07/2012 | 07:00


Nilson do Mercado (PCdoB) abandonou sua candidatura ao Paço. Após ter candidatura indeferida por ferir a Lei da Ficha Limpa, o comunista desistiu do pleito e anunciou oficialmente o nome de Nilson do Mercado Filho (PCdoB) como seu substituto.

Esta é a terceira corrida majoritária sem sucesso de Nilson. Em 2004, o então postulante a vice na chapa de Ramon Velásquez (PT) perdeu a disputa para o atual prefeito, Adler Kiko Teixeira (PSDB). Na segunda tentativa, em 2008, Nilson assimilou a derrota antes mesmo das eleições, e chegou a pedir voto abertamente para seus adversários. Desta vez, denúncia julgada em segunda instância como procedente de vender macarrão com prazo de validade vencido em seu comércio derrubou sua candidatura.

Nilson vai recorrer apenas em âmbito jurídico. Segundo ele, haveria um desgaste inevitável para sua campanha se ainda continuasse na disputa eleitoral. "Já temos que trabalhar o nome do meu filho na campanha. Vou até o fim com relação à minha condenação, mas já quero correr atrás das burocracias para inscrever o Nilsinho como prefeiturável", afirmou o ex-candidato, que também é presidente do PCdoB.

Nilson refutou as afirmações de que seu pupilo não teria condições de governar a cidade por ser muito novo. "Apesar da idade (21 anos), ele já formou família, tem responsabilidade para cuidar do município também", acredita o comunista.

Nilson do Mercado Filho está em sua primeira disputa eleitoral. Ele se registrou como aspirante ao Legislativo e deve ser substituído por seu irmão, Anderson Gonçalves. O postulante a vice continua sendo Antonio Barbosa da Luz, o Zitão (PCdoB). De acordo com o ex-prefeiturável, não houve desconforto por Zitão ter sido preterido para encabeçar a chapa. "Ele mesmo entendeu que o melhor nome era o do meu filho. Isso foi unanimidade no partido", disse.

O comerciante concluiu que o momento é de partir para o corpo a corpo junto a Nilson Filho, na tentativa de fazer dele figura conhecida na cidade com pouco mais de 33 mil eleitores.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nilson do Mercado desiste oficialmente de candidatura

Lukas Kenji
Especial para o Diário

31/07/2012 | 07:00


Nilson do Mercado (PCdoB) abandonou sua candidatura ao Paço. Após ter candidatura indeferida por ferir a Lei da Ficha Limpa, o comunista desistiu do pleito e anunciou oficialmente o nome de Nilson do Mercado Filho (PCdoB) como seu substituto.

Esta é a terceira corrida majoritária sem sucesso de Nilson. Em 2004, o então postulante a vice na chapa de Ramon Velásquez (PT) perdeu a disputa para o atual prefeito, Adler Kiko Teixeira (PSDB). Na segunda tentativa, em 2008, Nilson assimilou a derrota antes mesmo das eleições, e chegou a pedir voto abertamente para seus adversários. Desta vez, denúncia julgada em segunda instância como procedente de vender macarrão com prazo de validade vencido em seu comércio derrubou sua candidatura.

Nilson vai recorrer apenas em âmbito jurídico. Segundo ele, haveria um desgaste inevitável para sua campanha se ainda continuasse na disputa eleitoral. "Já temos que trabalhar o nome do meu filho na campanha. Vou até o fim com relação à minha condenação, mas já quero correr atrás das burocracias para inscrever o Nilsinho como prefeiturável", afirmou o ex-candidato, que também é presidente do PCdoB.

Nilson refutou as afirmações de que seu pupilo não teria condições de governar a cidade por ser muito novo. "Apesar da idade (21 anos), ele já formou família, tem responsabilidade para cuidar do município também", acredita o comunista.

Nilson do Mercado Filho está em sua primeira disputa eleitoral. Ele se registrou como aspirante ao Legislativo e deve ser substituído por seu irmão, Anderson Gonçalves. O postulante a vice continua sendo Antonio Barbosa da Luz, o Zitão (PCdoB). De acordo com o ex-prefeiturável, não houve desconforto por Zitão ter sido preterido para encabeçar a chapa. "Ele mesmo entendeu que o melhor nome era o do meu filho. Isso foi unanimidade no partido", disse.

O comerciante concluiu que o momento é de partir para o corpo a corpo junto a Nilson Filho, na tentativa de fazer dele figura conhecida na cidade com pouco mais de 33 mil eleitores.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;