Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 23 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Concorde é submetido a avaliações técnicas


Das Agências

18/01/2001 | 12:35


Um dos aviões supersônicos Concorde da companhia Air France decolou esta quinta-feira do aeroporto parisiense de Roissy com destino à base aérea militar de Istres, no Sul da França, para ser submetido a avaliações técnicas em terra.

Os aviões Concorde (sete da British Airways e cinco da Air France) perderam a autorização de vôo em meados de agosto passado depois do acidente de um desses aparelhos da companhia francesa, que, em 25 de julho, caiu perto de Roissy, provocando a morte de 113 pessoas.

A investigação sobre o desastre indicou que, ao decolar, o aparelho tocou um objeto de metal na pista, o que provocou a explosão de um dos pneus, cujos restos causaram um escapamento do combustível dos tanques e um incêndio em plena fase de ascensão.

Durante os testes, serão provocados escapamentos de combustível dos tanques para experimentar os novos tanques reforçados com uma camada de kevlar e borracha, conforme explicou o diretor técnico da EADS-Airbus, a empresa construtora do Concorde.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Concorde é submetido a avaliações técnicas

Das Agências

18/01/2001 | 12:35


Um dos aviões supersônicos Concorde da companhia Air France decolou esta quinta-feira do aeroporto parisiense de Roissy com destino à base aérea militar de Istres, no Sul da França, para ser submetido a avaliações técnicas em terra.

Os aviões Concorde (sete da British Airways e cinco da Air France) perderam a autorização de vôo em meados de agosto passado depois do acidente de um desses aparelhos da companhia francesa, que, em 25 de julho, caiu perto de Roissy, provocando a morte de 113 pessoas.

A investigação sobre o desastre indicou que, ao decolar, o aparelho tocou um objeto de metal na pista, o que provocou a explosão de um dos pneus, cujos restos causaram um escapamento do combustível dos tanques e um incêndio em plena fase de ascensão.

Durante os testes, serão provocados escapamentos de combustível dos tanques para experimentar os novos tanques reforçados com uma camada de kevlar e borracha, conforme explicou o diretor técnico da EADS-Airbus, a empresa construtora do Concorde.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;