Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

De volta aos trens

Premiada pela Funarte, a Companhia Grite de Teatro se apresentará por 6 estações ferroviárias de São Paulo


Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

09/11/2009 | 07:03


Depois de levar o universo dos vagões e estações de trem para os palcos com o espetáculo Mauá-Pirituba, O Expresso das Contradições, a Cia. Grite de Teatro, sediada na USCS (Universidade de São Caetano do Sul), retorna ao ambiente em que foi buscar inspiração para a criação dos 11 monólogos que compõem a peça, que estreou em 2008 e já teve duas temporadas.

A companhia teatral foi contemplada pelo Prêmio Funarte Artes Cênicas nas Ruas 2009 e, com os R$ 40 mil recebidos, vai circular com espetáculo por seis das 11 estações ferroviárias que servem como pano-de-fundo para as histórias, contadas por personagens típicos da Região Metropolitana - do careca ao travesti, passando pelo pastor e o pedreiro. "Estamos muito felizes porque se trata de um prêmio nacional, que teve mais de mil inscritos, e nós fomos um dos 16 ganhadores", diz o diretor artístico do Grite, Kleber di Lázzare.

A temporada, que parte em 29 de janeiro da estação de Mauá, é também a estreia do grupo em apresentações ao ar livre. Depois da estreia, o grupo segue para Santo André, São Caetano, Parque da Independência, Parque da Luz e Pirituba.

"Estamos neste momento fazendo a produção dos espetáculos e visitando os espaços. É um desafio passar pelo crivo das pessoas que nos inspiraram", explica di Lázzare.

NO VÍDEO
O projeto apresentado à Funarte, que recebeu o nome Mauá-Pirituba, O Expresso das Contradições de Volta para os Homens e para as Ruas, também previa a filmagem de um documentário. O longa, dirigido por Rodrigo Igreja, vai acompanhar cada uma dessas apresentações, registrando a reação das pessoas diante da crueza das apresentações. "A ideia de a peça ser transportada para o vídeo é facilitada porque Rodrigo é um amigo, apaixonado pelo projeto desde o início. O interessante é que também marca a estreia dele na direção", comemora di Lázzare.

O filme deve ser apresentado em cerimônia na Funarte em abril. Encerradas as apresentações nas estações, em fevereiro, o Grite passa a excursionar pelo interior do Estado, graças a outro importante prêmio também recebido neste ano: o Mapa Cultural Paulista.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;