Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Força-tarefa reforça patrulhamento em 12 pontos comerciais até o Natal

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Principal alvo da operação será o calçadão da Cel.Oliveira Lima, no Centro


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

06/12/2019 | 07:00


A Prefeitura de Santo André lançou ontem a Operação Papai Noel, que tem como objetivo reforçar a segurança em 12 pontos comerciais da cidade. Além de garantir conforto aos munícipes durante as compras de fim de ano, a ação também combaterá a venda irregular de produtos.

Entre as áreas mapeadas pela administração está o calçadão da Rua Coronel Oliveira Lima, no Centro do município, principal eixo de compras e que deve atrair pelo menos 60 mil pessoas até o Natal. As avenidas Vieira de Carvalho e Martim Francisco, no 2º Subdistrito, e Carijós também receberão reforço das ações policiais.

Secretário adjunto de Segurança Cidadã, José de Oliveira comenta que toda força-tarefa contará com o auxílio do COI (Centro de Operações Integradas) – inaugurado em Santo André em junho. “O projeto vai integrar todo o policiamento da cidade”, declara.

Ao todo, serão pelo menos 200 agentes na operação, entre polícias Civil e Militar, GCM (Guarda Civil Municipal), fiscalização ambiental, Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André) – que será responsável pela fiscalização do comércio irregular –, e assistência social. As atividades também receberão reforço do 6º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), localizado em São Bernardo.

O prefeito Paulo Serra (PSDB) pontua que a operação vai funcionar até o dia 24 entre 8h e 22h. “Nesta época, os munícipes recebem o 13º salário e tendem a circular mais pelos comércios. Por isso, reforçaremos essas regiões para que elas realizem suas compras e passeios com segurança.” O chefe do Executivo ressalta ainda que, após o Natal, a tendência é a de que 40% dos munícipes saiam da cidade e fiquem viajando até o fim da primeira semana de janeiro.

Conforme a administração, não foi feito investimento específico na <CF51>Operação Papai Noel</CF>. “Acredito que passa dos R$ 20 milhões o valor aplicado na segurança pública da cidade, apesar de não ser uma competência legal municipal”, declara o prefeito. Ele destaca ainda os custos do COI – R$ 2 milhões – e de reforço de viaturas para a GCM da ordem de R$ 3 milhões. Para o primeiro semestre de 2020, está prevista, ainda, abertura de delegacia da mulher para atendimento 24 horas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Força-tarefa reforça patrulhamento em 12 pontos comerciais até o Natal

Principal alvo da operação será o calçadão da Cel.Oliveira Lima, no Centro

Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

06/12/2019 | 07:00


A Prefeitura de Santo André lançou ontem a Operação Papai Noel, que tem como objetivo reforçar a segurança em 12 pontos comerciais da cidade. Além de garantir conforto aos munícipes durante as compras de fim de ano, a ação também combaterá a venda irregular de produtos.

Entre as áreas mapeadas pela administração está o calçadão da Rua Coronel Oliveira Lima, no Centro do município, principal eixo de compras e que deve atrair pelo menos 60 mil pessoas até o Natal. As avenidas Vieira de Carvalho e Martim Francisco, no 2º Subdistrito, e Carijós também receberão reforço das ações policiais.

Secretário adjunto de Segurança Cidadã, José de Oliveira comenta que toda força-tarefa contará com o auxílio do COI (Centro de Operações Integradas) – inaugurado em Santo André em junho. “O projeto vai integrar todo o policiamento da cidade”, declara.

Ao todo, serão pelo menos 200 agentes na operação, entre polícias Civil e Militar, GCM (Guarda Civil Municipal), fiscalização ambiental, Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André) – que será responsável pela fiscalização do comércio irregular –, e assistência social. As atividades também receberão reforço do 6º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), localizado em São Bernardo.

O prefeito Paulo Serra (PSDB) pontua que a operação vai funcionar até o dia 24 entre 8h e 22h. “Nesta época, os munícipes recebem o 13º salário e tendem a circular mais pelos comércios. Por isso, reforçaremos essas regiões para que elas realizem suas compras e passeios com segurança.” O chefe do Executivo ressalta ainda que, após o Natal, a tendência é a de que 40% dos munícipes saiam da cidade e fiquem viajando até o fim da primeira semana de janeiro.

Conforme a administração, não foi feito investimento específico na <CF51>Operação Papai Noel</CF>. “Acredito que passa dos R$ 20 milhões o valor aplicado na segurança pública da cidade, apesar de não ser uma competência legal municipal”, declara o prefeito. Ele destaca ainda os custos do COI – R$ 2 milhões – e de reforço de viaturas para a GCM da ordem de R$ 3 milhões. Para o primeiro semestre de 2020, está prevista, ainda, abertura de delegacia da mulher para atendimento 24 horas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;