Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Av.dos Estados é campeã em casos de furto de carros

Claudinei Plaza/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Levantamento feito pelo Diário aponta vias mais perigosas para estacionar veículos na região


Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

16/10/2017 | 07:00


 Trecho da Avenida dos Estados localizado em Santo André é aonde mais ocorrem furto de veículos no Grande ABC. É o que aponta levantamento inédito feito pelo Diário, com base em dados da ferramenta SSP (Secretaria de Segurança Pública) Transparência, criada pelo governo estadual no ano passado e que disponibiliza o histórico de todos os boletins de ocorrências. O estudo, que teve como base mais de 6.000 casos de furtos registrados entre janeiro e agosto deste ano, mostra o ranking das três vias mais perigosas para motoristas em cada um dos sete municípios da região.

Uma das principais ligações entre o Grande ABC e a Capital, a Avenida dos Estados lidera o levantamento com o registro de 58 ocorrências de furto de veículos nos primeiros oito meses deste ano, isto é, média de um crime a cada três dias. Do total de casos, 25 foram registrados na altura do número 8.000, trecho onde fica localizado um shopping de automóveis, sentido Mauá.

Parar o carro ou motocicleta em ruas com muitos veículos estacionados perto de shoppings também tem se mostrado situação de alto risco para quem reside em São Bernardo e Diadema. Em ambos os municípios, as vias com maiores casos de furto de veículos estão próximas de centros comerciais.
Em São Bernardo, na Rua José Versolato, paralela ao Shopping Metrópole e próximo ao Paço Municipal, foram registradas 48 ocorrências. Já em Diadema, na Rua Manoel da Nóbrega, que fica atrás do centro comercial Praça da Moça, foram 23 furtos neste ano.

Tradicional bairro de São Caetano, o Barcelona é hoje o mais perigoso para motoristas da cidade ou de fora. A região concentra as três vias com maior número de furtos de veículos. Com 14 ocorrências cada, as ruas Alegre e Nazaret lideram essas estatísticas .

Nas cidades de Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, ruas localizadas em áreas centrais concentram o maior número de ocorrências. Nesses casos, as três vias são próximas às estações de trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) dos respectivos municípios.

Segundo a PM, todos os locais citados estão tendo o policiamento reforçado. No caso da Avenida dos Estados, o trabalho tem sido executado por equipes do 10º Batalhão da PM. De janeiro a agosto, 157 pessoas foram presas ou apreendidas na prática de crimes na via, sendo que 377 veículos roubados foram recuperados.

No caso da Rua José Versolato, em São Bernardo, 277 pessoas foram presas ou apreendidas e 399 veículos roubados, recuperados. No mesmo município, a Polícia Militar prendeu 69 pessoas e recuperou 337 veículos roubados na Avenida Dom Jaime de Barros Câmara.
A corporação ressaltou ainda que o índice de furtos apresentou queda de 6% neste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado – caiu de 6.681 para 6.280.

Ruas mais visadas por ladrões são usadas como estacionamento

Entre as vias mais perigosas da região dois fatos em comum: todas são utilizadas como estacionamento de veículos e apresentam fácil rota de fuga para criminosos. Para a população, a rotina de furto de carros e motos nesses locais está cada vez mais comum.

Na Rua Visconde de Taunay, no Centro, segunda via com mais furto de veículos em Santo André, ambulantes dizem ouvir com frequência relato de pessoas que perderam seus carros. “Como fica próximo da estação de trem e do supermercado, muitas pessoas deixam os carros aqui o dia todo, mas não tem policiamento”, destaca o vendedor Alberto dos Santos Lima, 43 anos.

Em São Bernardo, na Avenida Dom Jaime de Barros Câmara, no bairro Planalto, o cenário não é diferente. Com condomínios residenciais espalhados em toda sua extensão, muitos moradores optam por deixar seus veículos na rua. O fato, no entanto, tem sido um prato cheio para criminosos. “Já acionamos a polícia, o Diário já fez reportagem, mas não muda. Como estamos do lado da Via Anchieta fica fácil para eles roubarem”, relata o mecânico Juliano Bertoloni, 39.
Na avaliação do comandante da Polícia Militar na região, coronel Paulo Henrique Fontoura Faria, o policiamento tem sido intensificado nessas áreas, no entanto, motoristas devem ficar atentos. “Os criminosos acabam se beneficiando com a rotina dessas áreas. Como essas ruas ficam próximas de centros comerciais eles acabam conhecendo o padrão desses motoristas e agindo em momentos oportunos”, avalia.

Segundo ele, motoristas devem redobrar a atenção ao estacionar em vias com pouca movimentação. “Mesmo que essas ruas sejam próximas de áreas centrais, em muitos momentos acabam ficando desertas”, frisa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Av.dos Estados é campeã em casos de furto de carros

Levantamento feito pelo Diário aponta vias mais perigosas para estacionar veículos na região

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

16/10/2017 | 07:00


 Trecho da Avenida dos Estados localizado em Santo André é aonde mais ocorrem furto de veículos no Grande ABC. É o que aponta levantamento inédito feito pelo Diário, com base em dados da ferramenta SSP (Secretaria de Segurança Pública) Transparência, criada pelo governo estadual no ano passado e que disponibiliza o histórico de todos os boletins de ocorrências. O estudo, que teve como base mais de 6.000 casos de furtos registrados entre janeiro e agosto deste ano, mostra o ranking das três vias mais perigosas para motoristas em cada um dos sete municípios da região.

Uma das principais ligações entre o Grande ABC e a Capital, a Avenida dos Estados lidera o levantamento com o registro de 58 ocorrências de furto de veículos nos primeiros oito meses deste ano, isto é, média de um crime a cada três dias. Do total de casos, 25 foram registrados na altura do número 8.000, trecho onde fica localizado um shopping de automóveis, sentido Mauá.

Parar o carro ou motocicleta em ruas com muitos veículos estacionados perto de shoppings também tem se mostrado situação de alto risco para quem reside em São Bernardo e Diadema. Em ambos os municípios, as vias com maiores casos de furto de veículos estão próximas de centros comerciais.
Em São Bernardo, na Rua José Versolato, paralela ao Shopping Metrópole e próximo ao Paço Municipal, foram registradas 48 ocorrências. Já em Diadema, na Rua Manoel da Nóbrega, que fica atrás do centro comercial Praça da Moça, foram 23 furtos neste ano.

Tradicional bairro de São Caetano, o Barcelona é hoje o mais perigoso para motoristas da cidade ou de fora. A região concentra as três vias com maior número de furtos de veículos. Com 14 ocorrências cada, as ruas Alegre e Nazaret lideram essas estatísticas .

Nas cidades de Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, ruas localizadas em áreas centrais concentram o maior número de ocorrências. Nesses casos, as três vias são próximas às estações de trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) dos respectivos municípios.

Segundo a PM, todos os locais citados estão tendo o policiamento reforçado. No caso da Avenida dos Estados, o trabalho tem sido executado por equipes do 10º Batalhão da PM. De janeiro a agosto, 157 pessoas foram presas ou apreendidas na prática de crimes na via, sendo que 377 veículos roubados foram recuperados.

No caso da Rua José Versolato, em São Bernardo, 277 pessoas foram presas ou apreendidas e 399 veículos roubados, recuperados. No mesmo município, a Polícia Militar prendeu 69 pessoas e recuperou 337 veículos roubados na Avenida Dom Jaime de Barros Câmara.
A corporação ressaltou ainda que o índice de furtos apresentou queda de 6% neste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado – caiu de 6.681 para 6.280.

Ruas mais visadas por ladrões são usadas como estacionamento

Entre as vias mais perigosas da região dois fatos em comum: todas são utilizadas como estacionamento de veículos e apresentam fácil rota de fuga para criminosos. Para a população, a rotina de furto de carros e motos nesses locais está cada vez mais comum.

Na Rua Visconde de Taunay, no Centro, segunda via com mais furto de veículos em Santo André, ambulantes dizem ouvir com frequência relato de pessoas que perderam seus carros. “Como fica próximo da estação de trem e do supermercado, muitas pessoas deixam os carros aqui o dia todo, mas não tem policiamento”, destaca o vendedor Alberto dos Santos Lima, 43 anos.

Em São Bernardo, na Avenida Dom Jaime de Barros Câmara, no bairro Planalto, o cenário não é diferente. Com condomínios residenciais espalhados em toda sua extensão, muitos moradores optam por deixar seus veículos na rua. O fato, no entanto, tem sido um prato cheio para criminosos. “Já acionamos a polícia, o Diário já fez reportagem, mas não muda. Como estamos do lado da Via Anchieta fica fácil para eles roubarem”, relata o mecânico Juliano Bertoloni, 39.
Na avaliação do comandante da Polícia Militar na região, coronel Paulo Henrique Fontoura Faria, o policiamento tem sido intensificado nessas áreas, no entanto, motoristas devem ficar atentos. “Os criminosos acabam se beneficiando com a rotina dessas áreas. Como essas ruas ficam próximas de centros comerciais eles acabam conhecendo o padrão desses motoristas e agindo em momentos oportunos”, avalia.

Segundo ele, motoristas devem redobrar a atenção ao estacionar em vias com pouca movimentação. “Mesmo que essas ruas sejam próximas de áreas centrais, em muitos momentos acabam ficando desertas”, frisa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;