Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Esgoto corre a céu aberto em viela no Jd.Cristiane


Drielly Gaspar
Especial para o Diário

29/10/2012 | 07:00


Quem mora na Travessa Rangel Pestana, Jardim Cristiane, em Santo André, afirma sofrer há muito tempo com o entupimento da caixa de esgoto. Segundo a moradora Rita de Cássia, isso acontece desde que ela mudou-se para a comunidade, há 20 anos. "O Semasa vem aqui, mexe, mas assim que eles vão embora entope tudo de novo", comenta.

As redes das dez casas da viela desembocam na mesma caixa. Quando há obstrução do compartimento, o esgoto vaza. Além do mau cheiro, é comum ver dejetos pelo caminho. "Para entrar na viela é preciso passar por ali. Os moradores pisam nas fezes. Isso é um absurdo. E ninguém toma providências", afirma Rita de Cássia.

Ela ainda comenta que seu filho de 26 anos tem necessidades especiais e não entende que precisa desviar do esgoto. "Ele acaba pisando sem perceber. É sempre um transtorno enorme", aponta. O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) diz que a caixa em questão foi desentupida na sexta-feira. O problema, no entanto, persiste.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Esgoto corre a céu aberto em viela no Jd.Cristiane

Drielly Gaspar
Especial para o Diário

29/10/2012 | 07:00


Quem mora na Travessa Rangel Pestana, Jardim Cristiane, em Santo André, afirma sofrer há muito tempo com o entupimento da caixa de esgoto. Segundo a moradora Rita de Cássia, isso acontece desde que ela mudou-se para a comunidade, há 20 anos. "O Semasa vem aqui, mexe, mas assim que eles vão embora entope tudo de novo", comenta.

As redes das dez casas da viela desembocam na mesma caixa. Quando há obstrução do compartimento, o esgoto vaza. Além do mau cheiro, é comum ver dejetos pelo caminho. "Para entrar na viela é preciso passar por ali. Os moradores pisam nas fezes. Isso é um absurdo. E ninguém toma providências", afirma Rita de Cássia.

Ela ainda comenta que seu filho de 26 anos tem necessidades especiais e não entende que precisa desviar do esgoto. "Ele acaba pisando sem perceber. É sempre um transtorno enorme", aponta. O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) diz que a caixa em questão foi desentupida na sexta-feira. O problema, no entanto, persiste.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;