Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Marmelada


Do Diário OnLine

25/09/2015 | 07:00


Você compraria um carro usado do técnico Bernardinho ou do atacante Giba? Depois das declarações do ex-jogador, eles ficaram sob suspeita.

É um escândalo provocar resultado fictício em uma disputa esportiva. E depois do que disse Giba, comprovou-se que a Seleção Brasileira de Vôlei entregou o jogo para a Bulgária na fase de classificação do Mundial realizado em 2000, na Itália. A intenção era fugir das fortes seleções de Cuba e Espanha na outra fase. Com os 3 x 0 para os búlgaros, como segundo colocado o Brasil enfrentou as fracas equipes da República Tcheca e Alemanha. E venceu Cuba na final.

No dia da derrota forçada para a Bulgária, a torcida italiana vaiou impiedosamente a equipe que sempre conquistou os corações de todo o mundo. A imprensa estampou manchetes como “escândalo” e “farsa”.

O esporte, qualquer que seja ele, tem disputa, força física e mental, técnica, regras e respeito. É isso ai... Comissão técnica e jogadores brasileiros desrespeitaram tudo isso, entregando um jogo, que se fosse sério, venceria fácil por 3 x 0.

Polêmica

Rafinha pediu dispensa da Seleção Brasileira. Ele quer se naturalizar alemão e jogar pela seleção do país que o recebeu há 11 anos. A atitude do lateral provocou a repulsa de muita gente. Por que tanto? O rapaz tem o direito de decidir o seu futuro, a sua vida e destino. Dificilmente ele conseguirá seu intento por causa do Estatuto da Fifa. Em 2005 ele defendeu o Brasil no Mundial Sub-20.

Não cabe essa história de que ele renegou a Pátria. Não é por aí. Esse tipo de patriotismo é canhestro e tacanho. A liberdade do cidadão tem de ser respeitada. E sua atitude não conota um desrespeito ao País onde nasceu.

Economia

O Comitê Rio-2016 garante que as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos terão mais originalidade do que luxo.

A ordem é economizar e gastar o mínimo possível. Especula-se que as despesas não superarão R$ 140 milhões.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;